29 de janeiro de 2022

Caderno: Aniversário de Manaus

Usina do grupo Amec transforma lixo em carvão

Um problema das grandes cidades são os resíduos descartados irregularmente na natureza. Em Manaus, também se tornou uma questão que entra na pauta tanto do poder público, quanto de empresas privadas, entidades e organizações.  No entanto, os resíduos, ou lixo como  popularmente é chamado, se transformou em uma oportunidade com a inauguração em agosto de 2021 da primeira usina de carbonização do estado do Amazonas do grupo Amec  (Amazonas Eco Company).  A empresa recebe resíduos sólidos do PIM (Polo Industrial de Manaus), condomínios, shoppings centers, setor privado, transformando o que normalmente iria para os lixões da cidade, em energia, por

Leste de Manaus, uma zona de expansão intensa

A Zona Leste, junto da Zona Norte, forma a macro-zona denominada zona de expansão, sendo a segunda mais populosa da cidade, com 542.593 habitantes. Possui bairros bastante populosos como Zumbi, Jorge Teixeira e São José Operário. Grande parte dos trabalhadores das regiões centrais de Manaus residem na zona Leste, o que a torna um local vital para o funcionamento cidade. Seu comércio é intenso. Nela estão localizados os terminais de integração T4 e T5, o Instituto Federal do Amazonas – Campus Zona Leste, o Teatro Luiz Cabral, o Shopping T4, a mini Vila Olímpica do Coroado, o Estádio Carlos Zamith,

Zona Centro-Oeste de Manaus concentra importantes entidades

A zona Centro-Oeste confunde-se com a zona Oeste. Menor que esta última, é formada por cinco bairros. O mais populoso é o Alvorada, com 76.000 habitantes. Nela estão localizados o Centro de Convenções de Manaus (Sambódromo), a Fundação de Medicina Tropical (FMT), o Fcecon, a sede da Polícia Federal do Amazonas, a Vila Olímpica Danilo Duarte de Mattos Areosa,  a Delegacia Geral da Polícia Civil do Amazonas, o Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas e a Secretaria de Estado da Juventude e Lazer ALVORADA: O bairro Alvorada, o maior da zona Centro-Oeste,

Manaus nasceu na zona Sul

A zona Sul é a região de nascimento de Manaus. Aqui começou a aventura portuguesa nessa parte da região Amazônica. Ao redor do forte construído na margem esquerda do rio Negro por volta de 1669 surgiu o que viria a ser uma rica metrópole. Nela ficam os bairros mais antigos da cidade, com séculos de existência, como o Centro, a Praça 14 de Janeiro, a Aparecida, a Cachoeirinha e Educandos. Seu bairro mais populoso é o Japiim, com cerca de 63.092 habitantes. Ao todo possui 338.875 habitantes. Além do Centro Histórico, que abriga o Teatro Amazonas, a Igreja de São

Santa Etelvina e seus coletivos

O Coletivo Social Soul do Monte, localizado no bairro Monte das Oliveiras na zona Norte de Manaus, surgiu em 2019, através de um grupo de comunitários que se reuniu para a revitalização do centro social do bairro que estava abandonado. A ação aconteceu durante as atividades da Virada Sustentável Manaus daquele ano, que além de promover ações de educação ambiental traz para pauta questões sociais relevantes dentro das comunidades.  Uma das principais ações do Soul do Monte é acolher as crianças e jovens, e também familiares de pessoas que perderam filhos para violência decorrente do tráfico de drogas na região,

Revitalização de espaços valorizam bairros do norte de Manaus

Os espaços para a prática esportiva na zona norte, vão ganhar reforço, tanto que no dia 15 de setembro o governador Wilson Lima anunciou a revitalização da Arena Passarinho, que fica na avenida Tenente Roxana Bonessi, bairro da Colônia Terra Nova 3, zona norte de Manaus. Esta é a quarta área de esporte e lazer que começa a ser recuperada pelo Governo do Amazonas, um deles – o Campo do Teixeirão – já foi completamente revitalizado e entregue à população. Conforme o planejamento, o estado tem como objetivo promover a recuperação de novos campos, com o intuito promover o bem-estar

População da Cidade Nova se encontra no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola

Do alto da rotatória do Núcleo 8, na Cidade Nova, está o Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, o homenageado foi um religioso que colaborou para o nascimento do bairro no começo dos anos 80. Nascido na Itália, veio para o Amazonas em 1956, atuando em Parintins, sendo que em 1988, já atuando em Manaus, inaugurou a Igreja São Bento, primeira da Cidade Nova, onde exerceu extensa representatividade dentro da comunidade.  Falecido em 18 de julho de 2006, em Lecco, na Itália, Padre Vignola ganhou homenagem póstuma com seu nome batizando o Centro de Convivência da Família no

Zona Norte, para onde Manaus cresceu

O caminho em direção a zona Norte possui vários cenários, comércios de grande e médio porte, as novas vias, o trânsito intenso, casas reformadas e ainda as que mantêm o estilo original de 40 anos atrás, raras mas existentes.  Com a segunda densidade populacional da cidade de Manaus, onde segundo o IBGE (2019), a estimativa é de 606.924 mil habitantes, a zona Norte é composta por dez bairros, que nasceram a partir da necessidade em atender o crescimento populacional não só originário da capital, com do interior do Estado, bem como de outras regiões do Brasil, e também de outros

Moradores apontam o que precisa melhorar na zona Leste de Manaus

A zona Leste tem um capítulo especial no histórico de ocupação desordenada de Manaus, principalmente a partir da Zona Franca. Mas, de lá para cá, é inegável o avanço da urbanização e a chegada dos serviços públicos, ainda que de forma gradual e lenta. Isso fez com que o asfalto e a melhor distribuição dos modais de transporte perdessem espaço no topo das demandas, mesmo com pendências persistentes. O direito mais reivindicado pelos moradores da região é a segurança, dado o medo de assaltos e os testemunhos de criminosos armados em determinadas regiões. De acordo com o levantamento mais recente

Rede de apoio reergue moradores da zona Leste de Manaus

Quanto custa acreditar? Na teoria, nenhum centavo. Na prática, ter o destino nas próprias mãos depende, principalmente, de dignidade, autoestima e caráter. Numa região ainda tão marcada pela carência de oportunidades e mazelas sociais, pequenas, porém rígidas pontes levam esse tripé construtor de sonhos onde eles valem mais que qualquer fortuna. São projetos sociais na zona Leste de Manaus que nasceram do olhar às demandas locais, das crianças que deixam a Colônia Antônio Aleixo para pedir esmola nos semáforos de toda Manaus, passando pelas meninas do São José Operário desamparadas e ameaçadas em casa pela ausência dos pais, até os

Zona Leste de Manaus atrai novas ações do poder público

Em 2021 a natureza deu sua cara e marcou um dos períodos mais atípicos da história de Manaus. Pandemia, cheia histórica e impacto direto na renda das pessoas desafiaram o Poder Público, atento às demandas -e aos eleitores -da segunda maior região eleitoral da cidade, com mais de 300 mil aptos ao voto. Com prefeitura sob nova direção e Governo do Estado sob pressão por maior assistência de saúde e segurança, a zona Leste assistiu a inúmeras intervenções na infraestrutura e ações variadas de assistência social. Com a meta de reformar 10 mil ruas em quatro anos, a Seminf (Secretaria

Atividades de bem-estar se alastra na zona Leste de Manaus

Refletores ligados, areia e suor na testa do lado de dentro. Olhares fixos, tensão e gritaria de fora. Para entender o que está acontecendo, só conquistando um espaço no concorrido gradil, cercado de espectadores concentrados. A tranquilidade fica por conta de algumas mulheres e crianças sentadas nas pequenas arquibancadas. Mas todas as atenções estão voltadas ao campo de terra. A competição? Futebol, das mais variadas categorias. Do juvenil ao master. O local? Depende. Essa atmosfera pode ser encontrada no Campo do Soldado, da Liga do São José 1, do Bahia, do Florestão, do Teixeirão e muitos outros campos da zona