22 de maio de 2022

Caderno: Politica

Telegram assina novo acordo com TSE e se compromete a combater fake news

Nesta terça (17), o Telegram assinou um novo acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em que se compromete a reforçar medidas contra a disseminação de fake news. O acordo determina a criação de um canal de denúncias, o desenvolvimento de meios para divulgação de informações oficiais sobre as eleições e a marcação explícita de conteúdos considerados desinformativos no app. Com isso, o TSE terá um canal verificado na plataforma digital, voltado para tirar dúvidas e divulgar informações verificadas sobre o processo eleitoral — assim como acontece no WhatsApp e em outras plataformas. Como parte do combinado, o Telegram oferecerá “suporte técnico” para a

Fernando Henrique Cardoso sai em defesa de Doria em meio à crise no PSDB

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) manifestou apoio à pré-candidatura de João Doria ao Planalto. Em mensagem postada em uma rede social, o tucano ainda afirmou que as decisões tomadas em prévias partidárias devem ser obedecidas. “Agiu bem o candidato João Doria. Ressaltando que o resultado das prévias deve ser respeitado”, escreveu FHC. O ex-governador paulista enviou uma carta à direção nacional do PSDB no sábado (14), na qual chama de “golpe” a movimentação interna da legenda para tirar o seu nome da disputa eleitoral à Presidência da República. Doria foi escolhido como postulante ao cargo em prévias

TSE conclui testes de urna eletrônica e diz que ninguém conseguiu fraudar

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu, nesta sexta-feira (13), a última rodada de testes públicos de segurança nas urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições de outubro. Segundo a corte, os investigadores não conseguiram alterar nenhum voto, mudar o resultado da urna ou fraudar o processo eleitoral. Os chamados “testes de confirmação” começaram na quarta (11). Nessa etapa, os investigadores que encontraram falhas no primeiro exame, em novembro de 2021, voltaram ao tribunal para verificar se as vulnerabilidades apontadas tinham sido resolvidas. Em novembro, durante seis dias, especialistas em tecnologia da informação tentaram acessar o sistema das urnas a fim de identificar possíveis falhas

Kajuru protocola PEC do fim da reeleição no Executivo

O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) protocolou no Senado uma PEC que propõe o fim da reeleição para os cargos de prefeito, governador e presidente da República. A proposta, que prevê mandatos únicos de 5 anos, reuniu 29 apoios, dois a mais que o necessário. “Sucessivas eleições, na vigência da Carta de 1998, nos revelam a existência de obstáculos legais importantes à renovação dos mandatos eletivos. No caso específico do Poder Executivo, a regra da reeleição demonstra, a cada pleito, a enorme vantagem do Presidente, dos Governadores e dos Prefeitos em exercício sobre os demais candidatos. A concorrência entre os mandatários

TSE e Spotify fecham acordo para combate à desinformação nas eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Spotify anunciaram nesta quinta-feira (12) um acordo de colaboração mútua para combater a desinformação no período eleitoral. De acordo com o acordo, assinado pelas partes na última segunda-feira (9), será disponibilizado um canal de comunicação para denúncia de conteúdos a serem analisados de acordo com as regras do Spotify. O TSE e os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) poderão usar esse meio para enviar ordens judiciais, diz a nota do órgão público. A plataforma de streaming de áudio vai disponibilizar também um recurso online que servirá como centro para informações relevantes sobre o processo eleitoral, incluindo um link para

“Missão Polo Industrial de Manaus” segue em Brasília

Em mais uma reunião com o ministro Alexandre de Moraes, parlamentares da bancada do Amazonas no Congresso Nacional foram agradecer a liminar suspendendo os efeitos dos decretos que reduziram o IPI para os itens da Zona Franca de Manaus, e ouviram dele quais serão os próximos passos.  “O ministro Alexandre de Moraes disse que só levará o caso ao pleno da Corte do Supremo Tribunal Federal após manifestação da Advocacia Geral da União e da Procuradoria Geral da República e, como foi cogitado, depois da realização de uma audiência pública com as partes”, afirmou à saída do encontro o presidente

Bancada se reúne para traçar estratégias na batalha pela ZFM

A bancada do Amazonas no Congresso se reúne nesta terça (10), para tratar dos próximos passos da defesa da ZFM na batalha judicial em torno dos decretos de incentivo generalizado de IPI. O foco está na Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) movida pelos parlamentares junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) –por intermédio do partido Solidariedade. A reunião está restrita aos políticos amazonenses do Legislativo federal, sem participação do governo estadual, que também moveu Adins contra as medidas federais. A reunião ocorre quatro dias após o ministro do STF, Alexandre de Moraes, ter concedido medida cautelar ao Amazonas, suspendendo de imediato

Bolsonaristas falam em ‘Datapovo’ e atacam institutos para desacreditar pesquisas

Com o objetivo de deslegitimar pesquisas de opinião que mostram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança, grupos bolsonaristas no WhatsApp, Telegram e canais no YouTube estão recorrendo a enquetes enviesadas, pseudopesquisas e ataques contra o Datafolha e o Ipespe.Segundo levantamento do NetLab, laboratório de pesquisas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e da consultoria de análise de dados Novelo Data, políticos e canais bolsonaristas têm compartilhado resultados de enquetes pela internet como se fossem pesquisas de opinião fidedignas, deslegitimado institutos estabelecidos e promovido o chamado “Datapovo” -fotos e vídeos de aglomerações que comprovariam a popularidade

PL pressiona Lira a retirar Marcelo Ramos da vice-presidência da Câmara

A oposição de Marcelo Ramos (PSD-AM) ao governo de Jair Bolsonaro levou o PL, partido do presidente, a pressionar Arthur Lira (PP-AL) a retirar o amazonense da vice-presidência da Câmara e tentar emplacar um deputado da legenda no posto. Ramos era do PL quando foi eleito para o cargo, mas migrou para o PSD após a filiação de Bolsonaro. Para barrar a manobra, ele recorreu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). No dia 29, o ministro Alexandre de Moraes concedeu uma liminar ao deputado e oficiou o presidente da Câmara a se abster de acatar qualquer deliberação do PL que implique no afastamento ou substituição do deputado do Amazonas da

Ciro em terceiro no Ceará, atrás de Lula e Bolsonaro

Levantamento do Instituto Paraná divulgado neste sábado (7) sobre a corrida presidencial com eleitores do Ceará mostra Lula na frente, com 44,4% das intenções de voto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro, que tem 25,8%. O ex-governador Ciro Gomes (PDT) atinge 14,4% das intenções de voto no estado. Apesar de apresentar desempenho melhor do que a média nacional, o pedetista ainda está longe de Lula e Bolsonaro em seu reduto eleitoral. A pesquisa mostra ainda o deputado André Janones (Avante) com 1,8% das intenções de voto. Ele está na frente de João Doria (PSDB), com 0,6%. Vera Lúcia (PSTU) aparece com 0,4%; a senadora Simone Tebet (MDB), com 0,3%, Luiz Felipe d´Avila (Novo), com 0,2%, e o deputado Luciano Bivar (União Brasil), com 0,1%.

Lula adota tom moderado e fala em ‘defesa da soberania’ ao lançar chapa

Bandeiras, filas enormes e gritos de apoio. O evento de lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Planalto começou em clima de festa. Entre militantes e deputados, o tom era de confiança na disputa pela Presidência da República. No ato, foi lançada a chapa com o ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSB), pré-candidato a vice-presidente. Lula aparece na liderança das pesquisas de intenção de voto. “Até dia 2 de outubro, se Deus quiser”, disse Lula ao final de seu pronunciamento, indicando que vai “percorrer o país”. Em seu discurso, o ex-presidente adotou um tom moderado —mais

Bivar anuncia chapa puro sangue da União Brasil e enfraquece terceira via

O presidente da União Brasil, Luciano Bivar, confirmou nesta quarta-feira (4) que o partido terá uma chapa puro-sangue, com um candidato a vice do mesmo partido, para disputar a Presidência da República, enfraquecendo ainda mais o grupo de legendas da chamada terceira via.Bivar é o pré-candidato à Presidência da sigla. “Esperamos até o último momento para fazer uma coligação com outros partidos. Entretanto, os outros partidos não tiveram a mesma unidade que tem o União Brasil. Em função disso, não restou a nós uma única alternativa do que sairmos com uma chapa pura”, diz Bivar em vídeo divulgado nesta quarta.Inicialmente,