22 de maio de 2022

Caderno: Bairros de Manaus

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1SEM/02Fevereiro/15/PG6ZCOfoto1FOTOROSANGELAFRANCA.jpg

O bairro feito de conjuntos

O bairro Planalto é o único bairro da zona Centro-Oeste de Manaus que não surgiu através de invasões.  Formado por conjuntos habitacionais, o bairro mantém um padrão na qualidade de vida de seus moradores, apresentando infraestrutura bem organizada. Sendo considerado um bairro de classe média e média-alta, em seu planejamento habitacional é visível áreas verdes bem definidas, com avenidas largas e ruas bem traçadas, características ausentes nos outros bairros adjacentes. De acordo com o último censo (2010), realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população do bairro é de 16.283 habitantes, distribuídos numa superfície de 426 hectares

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/02%20Fevereiro/15/PG4%20ZCO%20foto%203%20ROSANGELA%20FRANCA.jpg

Bairro da Paz cresceu com sofrimento

Como toda comunidade que tem a sua origem através de invasão, o bairro da Paz, localizado na zona centro-oeste de Manaus, teve um começo sofrido. Surgindo no final da década de 80, a partir de uma área verde dentro do conjunto Santos Dumont, que na época fazia parte do bairro Flores, posteriormente passou a pertencer legalmente ao Bairro da Paz.  De acordo com o Instituto Municipal de Planejamento e Informática (IMPLAN), o bairro está situado bem próximo ao centro geográfico de Manaus, nas extremidades do bairro Redenção e dos conjuntos Hileia e Santos Dumont, com uma população de cerca de

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/02%20Fevereiro/14/PG4%20ZCO%20foto1%20ROSANGELA%20FRANCA.jpg

Bairro tipicamente amazônico

Cerca de 35% do bairro que hoje conhecemos pelo nome “Redenção” foram originados através de invasão, na zona centro oeste de Manaus, no ano de 1974. Os primeiros moradores desta comunidade cuja primeira rua foi chamada de “Campo Grande”, foram os operários que trabalhavam na construção do Conjunto Ajuricaba e nos Conjuntos que hoje compõem o bairro Planalto.  O restante da ocupação do bairro foi resultado de loteamentos vendidos pelos antigos proprietários conhecidos na comunidade por Coronel Jorge e membros da Família Coimbra. A Redenção naquela época, ficou conhecida como o “Planeta dos Macacos”, em função da fuga desses animais

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/02%20Fevereiro/13/PG3%20ZCO3%20praca%20d%20pedro.jpg

Badalado bairro D. Pedro e suas praças

O local onde hoje está o bairro Dom Pedro, em 1970, era apenas uma extensa área verde, cortada por igarapés, que recebeu durante muitos anos, banhistas de toda a Manaus para o lazer de final de semana. Porém, a partir do ano de 1971 o panorama começa a mudar, pois foi naquele ano que as terras daquela região foram compradas pelo empresário paraense Isaac Benzecry. De acordo com o historiador Gaitanno Antonaccio, autor do livro “Bairros de Manaus”, foi quando a família Benzecry vendeu a área para a Cooperativa Habitacional dos Trabalhadores de Manaus, no ano de 1972, que a

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/02%20Fevereiro/01/PG2%20ZCO%20foto%204%20fundador.jpg

Alvorada, das palhas ao crescimento

onsiderado o maior bairro da Zona Centro-Oeste de Manaus, o Alvorada surgiu no final da década de 60, a partir de uma extensa área verde, onde era comum ver inúmeras palmeiras, que após serem derrubadas, deram lugar a casas construídas com estacas, cercadas de papelão e cobertas de palhas, passando a chamar-se, por isso, de “Cidade das Palhas”. Maria Helena mostra fotos da época em que chegou ao bairro De acordo com a aposentada Maria Helena, 69, moradora desde a fundação do Alvorada I, quando chegou do Acre para morar na então Cidade das Palhas, era tudo muito difícil. “O

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/01%20Janeiro/30/PG1%20ZCO%20foto1%20arena%20divulgacao.jpg

Zona centro oeste é pequena, contudo, estratégica

Composta pelos bairros Alvorada, Dom Pedro, Planalto, Paz e Redenção a Zona Centro Oeste de Manaus é a menor região administrativa de cidade, ocupando cerca de 1.500 km do município. Apesar de pequena, a Zona é estratégica, posicionando-se entre outras quatro regiões importantes da cidade (Zona Norte, Zona Oeste, Zona Sul e Zona Centro-Sul). O maior bairro desta região da cidade é o Alvorada que este ano completou seu cinquentenário, abrigando quase 70 mil moradores. O bairro é um potente centro comercial, dispondo de diversidade em empreendimentos comerciais e conhecido por sua manifestação cultural através da escola de samba do