É momento de reestruturação pensada e planejada detalhadamente

Muito tem se falado que é necessário reestruturar os processos. Sempre devemos analisar constantemente nossa organização e se necessário devemos passar por momentos de reestruturação profunda, sendo assim, ela deve ser feita a partir de sua base de sustentação. Agora, devido a pandemia e o retorno às nossas atividades já devíamos estar preparados para um novo momento, mas, podemos não estar. Isto não é um problema. Podemos verificar que, normalmente, a necessidade de reestruturar é necessário devido à falta de planejamento estratégico adequado para o bom desempenho das pessoas e dos profissionais. Os problemas quase sempre não resolvidos são os causadores desta necessidade de reestruturar, mas, não podemos esquecer que a finalidade é sempre melhorar, buscar o sucesso e equilíbrio financeiro, portanto, não precisamos mudar somente por mudar, devemos sim, revolucionar e melhorar constantemente. Isso nós podemos conseguir com certa facilidade desde que, consigamos observar que os problemas podem ser resolvidos por partes e as pessoas são à base de toda e qualquer estrutura e responsáveis pelas mudanças ou pelos fracassos.

Reestruturar não é tarefa fácil e simples, precisamos ser estratégicos, ter visão sistêmica, ser planejados e notar que há uma necessidade de se realizar o processo. Nós não podemos refazer algo se não conhecemos profundamente o que ocorre ou como é feito. Precisamos, sempre, ter consciência de que o que é importante é evitar o problema e não o tratar, pois, quando precisamos tratar um problema gastamos infinitas vezes mais e, também, conseguimos depreciar nosso valor, nosso eu. O que pode ajudar tudo isto, é um excelente planejamento e uma excelente organização com um satisfatório controle. 

Precisamos destacar que planejar é buscar a efetividade (equilíbrios entre eficácia e eficiência) no processo existente e aqui podemos destacar o planejamento estratégico que é em longo prazo, e visa criar o “sonho” o planejamento tático de médio prazo, desenvolvendo projetos e formas para transformamos o sonho em uma grande realidade e por fim, o planejamento operacional que nada mais é que a execução dos projetos buscando a realização e efetivação do sonho anterior. Assim poderemos ver uma reestruturação pensada.

As mudanças são uma constante em nossas vidas e é importante saber que elas trazem junto uma necessidade fundamental de adaptação. No mercado de trabalho é este tipo de profissional procurado, pois, sendo adaptável consegue conviver com mais facilidade os momentos de incertezas e instabilidades existentes. As mudanças ocorrem, quase sempre, por existir algum problema. Mas, vou mais além, hoje, grandes profissionais e grandes pessoas já conseguem perceber que a mudança é necessária não só no momento do problema, mas acima de tudo, antes dele, pois, assim conseguiremos até mesmo evitar problemas e criar situações de melhor visualização para futuros processos. A história sempre diz que mexer em time que está perdendo é uma necessidade, todavia, agora mexer em time que está ganhando é o resultado de um bom trabalho seguido de uma ótima visão estratégica, pois, se estamos ganhando e não mudamos para melhorar ainda mais, o nosso concorrente vai conseguir descobrir tudo sobre nós, nossos processos, nossos pontos fortes, nossas fraquezas e certamente atacará onde temos fragilidade e nosso fracasso será uma questão de tempo. Somos diferentes e precisamos ser, também, imprevisíveis para nossos concorrentes e assim continuarmos na liderança e no topo. E isto não é uma questão de querer ou não querer é sim uma questão de elaboração de um grande planejamento estratégico, tático e operacional. 

Vamos refletir sobre isto?

Flávio Guimarães é Mestre em Engenharia de Processos pela UFPA, Diretor da Guimarães Consultoria e Treinamento Empresarial Ltda., Diretor de Educação da ABRH, Administrador de Empresas, Especialista em Empresas Públicas e Privadas, Pós Graduado em Gestão Estratégica de Negócios, Consultor Empresarial, Pós Graduado MBA Gestão e Docência do Ensino Superior, Professor Universitário (Estácio Amazonas), articulista do Jornal do Commercio e da Amazon Play TV digital e Coordenador de MBA Executivo e dos Cursos de Logística, Qualidade e Recursos Humanos e do LPG – Laboratório de Práticas em Gestão da Faculdade Estácio do Amazonas.

E-mail: [email protected], [email protected]

Jornal do Commercio de 06.06.2022.

Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário