Pesquisar
Close this search box.

Seguro Aluguel avança no Amazonas

De acordo com o IBGE, cerca de 20% da população brasileira vive em imóveis alugados. Os dados fazem parte da SIS (Síntese de Indicadores Sociais), publicada em dezembro de 2023, e mostram que o número tem crescido desde que a análise começou a ser feita, em 2016. Esta demanda vem impulsionando o mercado de Seguro Aluguel, produto desenvolvido sob medida para atender as necessidades de proprietários, inquilinos e imobiliárias. No estado do Amazonas, não foi diferente, houve um crescimento de 192,41%, de 2022 para 2023, e o produto alcançou participação de mercado de 4,96%.

Na Tokio Marine, um dos principais players deste segmento, o Seguro Aluguel tem crescido de forma exponencial nos últimos anos, chegando à casa de três dígitos. Apenas em 2023, a Companhia registrou crescimento de quase 170% em relação ao ano anterior, com mais de R$ 154 milhões de faturamento. Desde o seu lançamento em 2019, o produto alcançou a marca de 82 mil apólices emitidas e registrou faturamento de R$ 348 milhões. Atualmente, o Seguro Aluguel Tokio Marine conta com mais de 34 mil contratos vigentes em mais de 780 cidades de todo o Brasil.

Altevir Júnior, delegado do Sindsegnne (Sindicato das Seguradoras do Norte e Nordeste) e 

gerente de Sucursal na Tokio Marine Seguradora, explicou que existem leis e regras que definem as situações em que se recebe e se entrega um imóvel alugado. Segundo ele, é dever do inquilino cuidar das instalações, infiltrações e pintura, além de evitar danos ao imóvel. Ao sair, o imóvel deve ser entregue nas mesmas condições em que foi recebido. Quando se é proprietário e se contrata uma imobiliária, espera-se que ela cuide do imóvel e garanta que o locatário o entregue em bom estado. As imobiliárias têm essa responsabilidade contratual. No entanto, muitas vezes o inquilino deixa contas pendentes, como luz, água e impostos, e danifica o imóvel, deixando-o com paredes descascadas e furadas. Nesses casos, é necessário gastar para recuperar o imóvel. Ou seja, ter um seguro garante assistências como chaveiro, encanador, eletricista, vidraceiro, mudança de guarda móveis, desentupimento, limpeza da residência e cobertura provisória de telhado, o que reduz os custos diários da família. Além disso, o seguro também oferece suporte para o cliente, que pode solicitar profissionais para reparar itens pessoais ou do imóvel, como máquinas de lavar, chuveiros elétricos, instalação de prateleiras, verificação da caixa d’água e desentupimentos. “Esses profissionais costumam cobrar até R$ 150 por visita. Portanto, o seguro tornou-se uma ferramenta essencial para proprietários e imobiliárias, substituindo a necessidade de funcionários disponíveis 24 horas”, disse. 

Portanto, diante dos diversos prejuízos enfrentados pelas imobiliárias e proprietários de imóveis, inclusive como sinistros de incêndio, eles passaram a perceber que não poderiam mais lidar com os problemas de forma caseira. Era necessário estar preparado, ter uma estratégia como uma brigada e contar com o apoio de seguradoras para solucionar eventuais danos quando surgissem. “Felizmente, essa abordagem mais profissional tem ajudado a diminuir os prejuízos causados por inquilinos que saem sem avisar e deixam os imóveis danificados. Isso tem proporcionado uma melhoria gradual no setor”, destacou Altevir Júnior. 

Magda Truvilhano, Superintendente de Produtos RD Massificados da Tokio Marine

Expansão 

Para Magda Truvilhano, Superintendente de Produtos RD Massificados da Tokio Marine, a expansão do Seguro Aluguel no mercado brasileiro pode ser atribuída a uma combinação de fatores. “Além da maior demanda por imóveis para locação nos últimos anos, essa modalidade de garantia é livre de burocracia e mais ágil, dispensando a figura do fiador ou pagamento caução, o que facilita o processo de locação para todos os envolvidos. A opção pelo Seguro Aluguel ocorre pelas vantagens para o proprietário, que tem assegurado o pagamento durante toda a vigência do contrato em caso de inadimplência, e para o inquilino, que não precisa recorrer a um fiador ou fazer um depósito antecipado como garantia”, explica.

Além da cobertura de aluguel e encargos legais, a Tokio Marine oferece coberturas adicionais como rescisão contratual, pagamento de IPTU e danos à estrutura e à pintura do imóvel, entre outros. A Seguradora também facilita o processo de contratação da apólice, com a possibilidade de análise de crédito online e envio eletrônico de documentos. Disponível em todo o País, o Tokio Marine Aluguel oferece três opções de assistência 24 horas: Básico, Intermediário e Completo.

Sempre atenta às tendências de mercado, a Companhia vem adotando medidas para incrementar ainda mais o Seguro Aluguel. “Neste ano completamos cinco anos de atuação no mercado e, desde então, temos investido fortemente em uma série de melhorias para o produto como a ampliação das garantias para cobrir subtração de bens no momento da desocupação do imóvel, ajustes nos processos de contratação, automatização dos processos de endosso, redução da franquia de danos ao imóvel, manutenção dos processos de aceitação e precificação, simplificação nos processos de integração com parceiros, ajustes na fatura da imobiliária, entre outros. Temos muito orgulho do que construímos nos últimos anos e continuaremos focados em manter a excelência em nosso trabalho, sempre atendendo às necessidades de nossos Clientes e Parceiros de Negócios” conclui a executiva.

Andréia Leite

é repórter do Jornal do Commercio
Compartilhe:​

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Notícias Recentes

Pesquisar