2 de março de 2021

Xiaomi traz ao Brasil novo aspirador-robô

A Xioami anunciou no Brasil o Mi Robot Vacuum-Mop, aspirador robô que também acumula funções de varrer e passar pano em um só aparelho. O dispositivo é inteligente e pode se conectar ao smartphone pelo app Mi Home, oferecendo uma série de funcionalidades.

O aspirador-robô é um disco pequeno, de apenas 8 centímetros de altura, o que deve favorecê-lo na hora de entrar naqueles espacinhos minúsculos embaixo da cama e móveis. O dispositivo conta com 15 sensores de alta precisão e permite trocar o pano e escova lateral — ambos os itens também são removíveis, facilitando a limpeza do aparelho.

Pelo aplicativo, também é possível configurar o Mi Robot Vacuum-Mop para fazer a limpeza pela casa toda, ou ainda restringir áreas em que você não quer que ele entre. Para quem tem animal de estimação, essa função pode evitar problemas com os espaços onde os pets fazem suas necessidades básicas, por exemplo.

Ainda também pelo Mi Home, o usuário consegue ver os espaços pelos quais o aparelho já passou e qual o andamento da limpeza. Segundo a Xiaomi, o Mi Robot Vacuum-Mop é capaz de limpar uma área de 120 m² com uma única carga, sendo que ele demora aproximadamente quatro horas para recuperar a capacidade máxima. O dispositivo segue sozinho para sua base de carregamento quando a bateria chega a 20%.

Nissan revela conceito de escritório sobre quatro rodas

Nissan apresentou um projeto que promete mudar o local de trabalho

Com a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas começaram a trabalhar em regime home office. Pensando nisso – e para ajudar esses indivíduos -, a Nissan apresentou um projeto que promete mudar o local de trabalho quando o usuário quiser com um “escritório sobre rodas”.

Batizado de NV350 Caravan Office Pod, o conceito tem a capacidade de abrigar um escritório completo em seu interior. Ao estacionar em um local diferente, como no campo, por exemplo, e apertar um botão no smartphone, toda a estação de trabalho deslizará para fora, fazendo com que o serviço remoto possa ser feito em qualquer lugar.  

Caso seja um dia chuvoso – ou com muita interferência externa -, é possível ainda abaixar as cortinas do veículo e trabalhar calmamente em seu interior. Há ainda uma cafeteira embutida, para que o trabalhador não precise se deslocar muito para tomar café enquanto trabalha.  O piso da estação de trabalha é transparente e tem o objetivo de conectar o usuário ao ambiente em que se encontra. Na hora da pausa, a parte superior do carro – acessível por uma pequena escada interna – pode se tornar uma pequena varanda, para que o trabalhador descanse.  

No entanto, apesar de interessante, a ideia do escritório sobre rodas da Nissan pode ter alguns problemas. Chuvas repentinas e bichos podem ser um obstáculo. Por isso, lembrar-se de fechar as cortinas antes de começar a trabalhar, dependendo da localização, pode ajudar a evitar essas questões.  

Pesquisas demonstram que smartwatches podem detectar a Covid-19

Smartwatches e outros vestíveis podem desempenhar papel importante na detecção de Covid-19

De acordo com estudo recentes, smartwatches e outros dispositivos vestíveis podem desempenhar um papel importante na detecção precoce da Covid-19.  Pesquisadores da Escola de Medicina Icahn da Univerisidade Monte Sinai, nos Estados Unidos, descobriram que o Apple Watch pode detectar pequenas mudanças no batimento cardíaco do usuário cerca de uma semana antes do indivíduo se sentir doente.  

O estudo, batizado de “Warrior Watch”, acompanhou um grupo de 297 profissionais de saúde entre 29 de abril e 29 de setembro. Os participantes usaram Apple Watches equipados com aplicativos especiais que mediam as mudanças na variabilidade da frequência cardíaca (VFC).  

“O relógio mostrou mudanças significativas nas métricas VFC até sete dias antes dos indivíduos desenvolverem sinais nasais que podem confirmar a infecção pela Covid-19”, disse Robert P. Hirten, autor do estudo.  

Em uma outra pesquisa, bastante semelhante, feita pela Universidade Stanford, os participantes usaram uma variedade de smartwatches do tipo (Garmin, Fitbit e Apple). Aqui, eles descobriram que 81% dos pacientes que tiveram diagnóstico positivo da doença apresentaram alterações em sua frequência cardíaca cerca de nove dias antes do início dos sintomas da Covid-19.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email