27 de janeiro de 2022

Itacoatiara lidera exportações

A Balança Comercial do Amazonas referente ao mês de setembro de 2021, conforme levantamento feito pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, registrou que o município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus) foi o maior exportador em setembro , ficando responsável por US$ 6,88 milhões do total exportado no Estado. A Espanha foi o destino principal do produto “soja” exportado por Itacoatiara. O município superou Presidente Figueiredo, que vinha se mantendo na liderança do ranking dos municípios do interior do Amazonas desde dezembro de 2020. O principal item de exportação deste último é “ferro-ligas” para a China. O montante alcançado foi de US$ 2,6 milhões. Nas importações, Nova Olinda do Norte foi o destaque, com o total de US$ 7,5 milhões, tendo o produto “outros veículos aéreos” como principal item importado, com origem nos Estados Unidos. 

COMPROMISSO


Começou em Manaus o XII Encontro das Entidades de Economistas da Amazônia Legal, de forma híbrida, com o tema “O desenvolvimento regional sustentável por economistas amazônidas”. Na abertura do evento, representantes dos Conselhos Regionais de Economia da região enalteceram a importância desses três dias de debates, bem como reforçaram seus compromissos para o desenvolvimento sustentável da região, mas de forma endógena, utilizando-se dos recursos regionais disponíveis.

FECHADAS

A Polícia Federal deflagrou ontem operação de combate a empresas clandestinas de segurança privada, que faz parte da Operação Segurança Legal V, de âmbito nacional. Em todo o estado do Amazonas foram fiscalizadas 12 empresas, sendo 10 em Manaus/AM e duas em Tabatinga/AM que efetuavam segurança clandestina. A ação resultou em 12 Autos de Encerramento e Notificações.

MOTIVO

A contratação de serviços clandestinos de segurança privada coloca em risco a integridade física e o patrimônio dos tomadores do serviço, tendo em vista que esses “seguranças” não são profissionais fiscalizados pela Polícia Federal quanto aos seus antecedentes criminais, formação, aptidão física e psicológica.

PRECATÓRIOS


A Corregedoria-Geral de Justiça, enquanto órgão de fiscalização, controle e orientação normativa das unidades jurisdicionais de 1º grau supervisionará o cumprimento de cartas precatórias pelas Varas do Tribunal de Justiça do Amazonas. A medida foi oficializada com a publicação, nesta semana, do Provimento nº 401/2021.

HOMENAGEM


Natural do Pará, o professor José da Silva Seráfico de Assis Carvalho foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Amazonas com o Título de Cidadão do Amazonas. O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) é o autor da propositura. Ícone da Universidade Federal do Amazonas, o homenageado chegou a Manaus em 1966, onde formou família e constituiu carreira.

ACORDO

A celebração de um acordo entre a Presidência da República e o Tribunal de Contas do Amazonas para promoção de atividades conjuntas de educação marcou o 1º dia do 5º Simpósio Nacional de Ouvidorias, realizado pelo TCE-AM. O conselheiro-ouvidor do TCE-AM, Érico Desterro, e o secretário de Controle Interno da Presidência da República, Edson Teles, assinaram o Termo de Intenções para a realização de eventos conjuntos sobre temas de interesse comum entre as duas partes.

ÁGUA

Com o objetivo de reforçar o abastecimento de água tratada na cidade, especialmente em áreas que passaram recentemente por processos de expansão, a Águas de Manaus está implantando três Centros de Produção de Águas Subterrâneas, localizados nos Conjuntos João Paulo II Suhab (Nova Cidade), Renato Souza Pinto (Cidade Nova) e Parque dos Buritis (Nova Cidade). As três novas unidades terão capacidade de produzir 5,2 milhões de litros de água por dia, um volume que poderia, por exemplo, abastecer mais de 10 mil caixas d’água de 500 litros diariamente. 

SALTO


Em outubro, o tempo médio para abertura de empresa e emissão da Inscrição Municipal, pela Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação de Manaus, chegou a uma faixa histórica de 23 horas, ou seja, menos de um dia. Em 2020, esse tempo médio ultrapassava mais de dois dias. Com isso, a cidade deu um grande salto no ranking de tempo para abertura de empresas no país, medido pela RedeSim. Em 2019, a capital amazonense ocupava a 16ª colocação. Hoje, em 2021, Manaus é a 8ª capital do Brasil onde há maior celeridade no processo para formalização de um novo negócio.

FRASES

“Temos que entender que esta região é estratégica para o nosso País e que existem riquezas aqui que precisam ser exploradas, com o devido respeito a todos os princípios legais.” Algacir Polsin, superintendente da Suframa

“A ideia é, num futuro próximo, reduzirmos o tempo de abertura de uma empresa para menos de uma hor.” Clécio Freire, secretário municipal de Finanças de Manaus

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email