Falta de qualificação dificulta acesso a empregos

https://www.jcam.com.br/econo4_cad1_2410.jpg
A metodologia utilizada na pesquisa foi amostragem populacional, estratificando o número de trabalhadores pelos bairros que compõem as zonas, de tal sorte que nossa pretensão

O nível de desemprego foi outro item estudado pela Semdel, que apontou as zonas centro-sul (35,43%), oeste (25,67%) e leste (20,04%) como as de maior incidência, enquanto as regiões centro-oeste (4,61%) e norte (3,06%) concentram as menores taxas de pessoas fora do mercado de trabalho. “A metodologia utilizada na pesquisa foi amostragem populacional, estratificando o número de trabalhadores pelos bairros que compõem as zonas, de tal sorte que nossa pretensão foi alcançar um número máximo da população pesquisada, fundamentando os dados com a quantidade de pessoas abordadas”, explicou Cláudio Mattos.

A resposta para o desemprego na capital, entretanto, parece longe de uma saída convincente, já que a pesquisa demonstrou que, onde ocorre maior concentração de analfabetismo, os bairros das zonas leste (2,18%) e norte (2,81%), os índices ainda estão bem abaixo da média nacional (6,81%). O gerente de estudos da Semdel explicou que a maioria da população dos bairros que compõem essas zonas é formada por pessoas com a menor renda na capital e, portanto, com maior dificuldade em dar acesso aos filhos na escola, ainda que seja na rede pública de ensino.

“Além disso, as pessoas que migram para Manaus na sua maioria têm baixa formação escolar. Apesar disso, podemos considerar esse baixo número de analfabetos como algo até estimulante diante de outra realidade que tivemos no passado”, assegurou Mattos, acrescentando que no oposto a essa realidade, as zonas centro-oeste (9,81%) e centro-sul (9,28%) concentram o maior índice de pessoas com superior completo comparativamente ao número de seus habitantes.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email