Entretenimento e venda de eletros gera alta de 10% para shoppings

A busca por entretenimento e aquecimento nas compras de eletrodomésticos contribuíram para o aumento de 10% nas vendas de shopping centers em fevereiro, em comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado faz parte do monitoramento mensal realizado com exclusividade pela TNS Research International, empresa especializada em pesquisas de mercado, para a Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers).
Principal fator que contribuiu com o resultado, o setor de lazer representou um aumento de 26,3% no mês, justificado pelo interesse nos cinemas, principalmente no período pré-Oscar. Outro fator determinante foi a disseminação da tecnologia 3D nas salas de exibição. Já a procura por artigos do lar, em especial eletrodomésticos, teve índice de 25,5%. Destaque, ainda, às megalojas, com crescimento de 14,7% e às lojas âncoras com acréscimo de 12,5% nas vendas.

Vendas no bimestre

O resultado é ainda mais animador quando comparado com o primeiro bimestre de 2009. Janeiro e fevereiro deste ano acumularam um crescimento de 14,4%, o maior índice já registrado desde o início do levantamento, em 2001. “Iniciamos o ano prevendo um aumento de 12% nas vendas, e sabíamos que estávamos sendo conservadores na previsão. Caso o monitoramento continue apresentando bons resultados, teremos que rever positivamente nossas expectativas”, encerrou o presidente da Abrasce, Luiz Fernando Veiga.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email