Editora Valer realiza ‘Manhã Cultural’, no Mindu

Com a retomada gradual de eventos culturais presenciais, a editora Valer volta a proporcionar grandes encontros acadêmicos e literários em Manaus e vai realizar neste sábado (18), a primeira ‘Manhã Cultural’, no Parque do Mindu, de 8h às 11h, com entrada gratuita. Na oportunidade, a editora vai oferecer um delicioso coffee break para os presentes e ainda, um desconto de 50% para quem for comprar os livros expostos nesta data.

O tema deste primeiro evento é ‘História, Cultura e Sociedade’, no qual escritores e leitores se encontrarão para uma manhã com muito bate-papo sobre cultura, sociedade, história e Amazônia, enquanto saboreiam o café e nos intervalos das apresentações, música popular brasileira, com France Martins (voz e violão).

A programação principal conta com dez autores, que estarão no anfiteatro do parque e falarão sobre os seus livros recentemente lançados pela Valer. Os convidados são Renan Freitas Pinto, Antônio Witkoski, Elisângela Maciel, Jaime Diakara, Hiana Magalhães, Auxiliomar Ugarte, Robeilton Gomes, César Bubolz, Pedro Marcos Mansour Andes e Adriana Brito Barata Cabral. Quem irá apresentar o encontro é a professora doutora e coordenadora editorial da Valer Neiza Teixeira e o escritor Tenório Telles.

Durante o evento, haverá venda de livros sobre diferentes temas da editora Valer, todos com 50% de desconto. Ao final da apresentação dos autores desta Manhã Cultural, será realizada uma sessão de autógrafos. Esse será o primeiro de quatro ‘Manhãs Culturais da Valer’. As próximas datas serão divulgadas em breve. 

A Valer ressalta a importância de seguir as normas da OMS durante o encontro, como o uso de máscara e álcool 70%. 

Deck Boteco será palco do show de comemoração dos 25 anos da cantora Lucilene Castro

Foto: Divulgação

Após lançar no final de agosto seu novo projeto comemorativo de 25 anos no YouTube, a cantora amazonense abre a agenda de divulgação do seu mais recente trabalho. E a primeira apresentação está marcada para o dia 30 de setembro no Deck Boteco.

Com a liberação parcial das atividades culturais na cidade de Manaus, a equipe da cantora planejou uma noite intimista no qual o show possa ser montado a fim de proporcionar um ambiente preparado e confortável ao público.

Quem abre a noite é o cantor Vitor França, com o melhor da MPB. Às 20h, Lucilene Castro sobe ao palco para apresentar o repertório do show 25 Anos, acompanhada dos músicos: Célio Vulcão (direção musical/teclados), Dudu Brasil (violão), Airton Silva (bateria). O repertório inclui músicas do passado que marcaram a trajetória da cantora, além de surpresas, e a canção inédita “Vendaval”.

O show contará com a participação especial da cantora Márcia Siqueira e do cantor James Rios, com quem Lucilene já participou de outros projetos.

O Deck Boteco possui uma carta diversificada de bebidas e drinks, e oferece petiscos e espetinhos exclusivos da casa.

Serviço:

O que? Show Lucilene Castro 25 Anos

Onde? Deck Boteco – Rua Japurá, 390, esquina com a rua Silva Ramos, Centro.

Tudo Vira Samba em Live beneficente de James Rios

O cantor amazonense James Rios comanda a Live “Tudo Vira Samba”, neste sábado (18). A live é beneficente em prol do Instituto Asas pela Amazônia. A transmissão acontece a partir das 17h pela TV Encontro das Águas e pelo YouTube do cantor simultaneamente.

No repertório, Rios traz clássicos do samba e hits atuais que também entram no ritmo cadenciado que é a cara do Brasil. “O público vai curtir músicas de Gilberto Gil, Marina, Djavan, Gerânio, João Donato e até nomes contemporâneos como Melim e Boi-Bumbá”, conta James.

Solidariedade 

Para curtir o show presencial com direito a feijoada a partir de 12h, é preciso adquirir uma mesa que custa uma cesta básica. Se a pessoa não quiser levar a cesta pode optar em pagar R$80 pela mesa com 4 lugares. Parte da arrecadação do evento vai para o Instituto Asas Pela Amazônia. 

Informações e reservas pelo (92) 9621-4513.

Exposição faz retrospectiva dos 125 anos do Teatro Amazonas

Foto: Divulgação

Na próxima quinta-feira (22), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, lançará a exposição dos 125 anos do Teatro Amazonas, que contará com uma linha do tempo e painéis informativos sobre a construção do patrimônio histórico, o ex-governador Eduardo Ribeiro, os artistas que contribuíram para o valor cultural do edifício, imagens antigas, entre outros destaques.

A exposição, que tem curadoria do artista plástico Jandr Reis, ficará disponível ao público a partir do meio-dia, e fará parte do roteiro de visitação do Teatro Amazonas, que continua sendo realizada por meio de agendamento no Portal da Cultura (https://bit.ly/agendamentoespacos). A mostra ficará no Salão Verde, próximo ao Salão Nobre. 

Programação cultural movimenta fim de semana em Manaus

Exposições, espetáculos de dança, teatro e música, e café regional são destaques na programação deste fim de semana nos espaços culturais públicos. As atividades, em sua maioria, têm entrada gratuita mediante apresentação da carteira de vacinação, e agendamento no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br/portal/agenda).

No sábado (18), às 20h, o Teatro Amazonas recebe o público para o espetáculo de dança “O Sagrado Feminino”. Os ingressos estão à venda por R$ 100 (inteira) para plateia e frisas, e R$ 80 (inteira) para 1°, 2° e 3° pavimentos. O espetáculo terá apresentação também no domingo, às 19h.

Visitas – No circuito Largo de São Sebastião, o destaque fica por conta da visita ao Teatro Amazonas, que acontece com grupos de até 25 pessoas, de terça a sábado, das 9h às 17h, com agendamento pelo cultura.am.gov.br. Crianças até 10 anos, pessoas com deficiência e pessoas nascidas no Amazonas, mediante comprovação da naturalidade, têm entrada gratuita. Os demais visitantes pagam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Exposições – A mostra “O Clamor da Mata”, de Pietro Bruno, está em cartaz no Largo de São Sebastião. 

Na Galeria do Largo, a “Coletiva 20.21”, com curadoria de Cristóvão Coutinho, traz artistas que representam a diversidade de processos criativos de artes visuais. O equipamento funciona de terça a domingo, das 15h às 20h, e não precisa de agendamento.

O Palácio da Justiça, na avenida Eduardo Ribeiro, conta com exposições de diversas linguagens.  

Situado na avenida Sete de Setembro, 1.546, o Palácio Rio Negro abriga a exposição coletiva “Descubra Manaus”, que reúne 30 fotógrafos com obras que revelam diferentes olhares da capital do Amazonas. 

Localizados no Centro Histórico de Manaus, os palácios da Justiça e Rio Negro estão abertos para visitas de 45 minutos, das 9h às 17h, de terça a sábado, com agendamento.

Complexo de museus – O Palacete Provincial, na praça Heliodoro Balbi, abre para visitação de terça-feira a sábado, das 9h às 17h, com agendamento pelo Portal da Cultura.

Café Criativo – Aos domingos, das 7h às 11h30, o CCPA (Centro Cultural dos Povos da Amazônia), no Distrito Industrial, conta com o “Café Criativo”. 

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email