O depoimento do ex-secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campelo, não agradou a ninguém ontem na CPI da Pandemia. Os governistas, aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), não gostaram da forma como ele tentou repassar a culpa pela crise do oxigênio ao Ministério da Saúde e da acusação feita à secretária Mayra Pinheiro, de que ela teria vindo a Manaus na época apenas para incentivar a aplicação do tratamento precoce. Já os oposicionistas o atacaram porque ele admitiu vários erros de gestão e principalmente não detalhou os gastos relacionados aos recursos enviados pelo Governo Federal ao Estado. O Governo do Estado também teve que se movimentar após o depoimento, para desmentir que a empresa White Martins tivesse avisado sobre a possível falta de oxigênio ainda em julho do ano passado, bem como divulgou a compra de miniusinas, já que foi acusado de não tomar providências, sem que Campelo desmentisse os senadores que atacaram o Executivo estadual. Foi, em suma, um depoimento desastroso.

BERLINDA

Constam na pauta do Tribunal de Contas do Estado de hoje seis prestações de contas, entre elas a da ex-secretária da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Waldívia Ferreira Alencar, do exercício de 2015, e do ex-diretor da Superintendência Estadual de Habitação, o vereador reeleito em Manaus, Diego Roberto Afonso (PSL), do exercício de 2018.

DESTAQUE

O projeto Ressignificando a Cidadania, realizado no Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, gerido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, é finalista da 18ª edição do Prêmio Innovare, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça. Com o tema Defesa da Igualdade e da Diversidade, o projeto amazonense concorre com outras 171 práticas deferidas na categoria “Justiça e Cidadania”.

VOTAÇÃO

A Comissão Eleitoral da Associação dos Magistrados do Amazonas foi ontem na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas. Os representantes das duas chapas que concorrem à Diretoria da entidade e os servidores da Justiça Eleitoral amazonense participaram do encontro para a validação dos dados na urna eletrônica e a apresentação do sistema de votação online, em seu pioneiro uso no atendimento de público externo, para a realização das eleições na AMAZOM. A votação acontecerá em julho e escolherá os novos diretores e conselheiros para o biênio 2021-2023.

RECOMENDAÇÃO

A Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas recomendou expressamente aos magistrados do Poder Judiciário Estadual que participem do curso “Violência Doméstica: uma questão de gênero, valores e possibilidades”. O curso é credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados e será realizado em ambiente virtual, a partir do próximo dia 26 de junho, sob a organização da Escola Superior da Magistratura do Amazonas.

UTIs

A oferta de leitos de Unidade de Terapia Intensiva adulto no Amazonas cresceu 154%, no período de janeiro de 2019 a abril de 2021, pela atual gestão do Governo do Estado. O total de leitos de UTI saltou de 190, em dezembro de 2018, para 483, em abril deste ano, conforme dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, levantados pela Secretaria de Estado de Saúde.

AUXÍLIO

A Defesa Civil do Amazonas já distribuiu o cartão Auxílio Estadual Enchente para mais de 40 mil famílias afetadas pela cheia, tanto na capital quanto no interior. O levantamento, apresentado durante Audiência Pública na Assembleia Legislativa do Amazonas, apontou, ainda, o repasse no valor de mais de R$ 5,9 milhões em convênios firmados para atendimento da população atingida no Estado.

FRAUDE

Foram protocoladas no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas três notícias-crime denunciando suposta fraude da cota de gênero nas eleições municipais de 2020. Segundo o documento, protocolado pela Secretária Nacional de Mulheres do PT, Anne Moura, o Partido Verde e o Republicanos teriam inscrito duas candidatas-laranjas cada, e o Partido Trabalhador Cristão uma candidata. Nenhuma das candidatas mencionadas recebeu mais de 4 votos nas eleições passadas. 

CASSINA

O Casarão da Inovação Cassina, localizado no Centro Histórico de Manaus, obra da Prefeitura de Manaus, está concorrendo ao prêmio internacional Architizer A+ Awards, no 9º Prêmio Anual A+, o maior programa de premiação que celebra o melhor da arquitetura do mundo. A premiação anunciou os finalistas, escolhidos entre mais de 5 mil projetos de mais de cem países, com a seleção de incríveis 470 concorrentes, que foram divididos em 94 categorias, cada um alcançando altas pontuações nos três principais critérios de julgamento: forma, função e impacto.

FRASES

“Foi um recado aos negacionistas.” Serafim Corrêa (PSB), deputado estadual, sobre o sucesso do mutirão de vacinação do último final de semana

terceira onda

“Não haverá terceira onda em Manaus.” David Almeida (Avante), prefeito de Manaus, em entrevista à BBC de Londres 

Foto/Destaque: Marcos Oliveira/Agência Senado

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email