14 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Caderno: Coluna do Folclore

Notícias sobre o folclore da região e do Amazonas

Público e torcidas organizadas saúdam o retorno da ouro

Neste domingo (10.07) deu-se início a programação do 64° Festival Folclórico do Amazonas – Categoria Ouro que se estenderá até o dia 23 de julho, no Centro Cultural dos Povos da Amazônia – CCPA. Nas palavras do Secretário de Cultura e Economia Criativa-SEC, foi montada uma estrutura sem precedentes justamente para dar maior visibilidade com maior profissionalismo aos diversos grupos folclóricos que forem se apresentar na Bola da Suframa, além de poder proporcionar a realização do maior Festival Folclórico do Amazonas.As danças folclóricas da categoria ouro tem mostrado esmero e qualidade na sua apresentação, exemplo disso é que na noite

História do Festival – Parte II

Como já ocorria há vários anos, os concursos para escolha do melhor boi e melhor pássaro era corrente naquelas épocas juninas. Esses concursos eram realizados por clubes de futebol, bares, em quermesses e até em escolas públicas. Nesse ano a iniciativa ficou por conta dos diários associados da empresa dos Archer Pinto “O Jornal” e “Diário da Tarde”, os “líderes” da imprensa do momento. A intenção era de fazer apenas concursos para o povo escolher pelo voto os melhores do ano de 1957. No mês de junho do ano de 1989, o jornal “Diário do Amazonas” publicou uma série de

O Folclore continua vivo e resistente!

A arena do Centro Cultural dos Povos da Amazônia – CCPA na Bola da Suframa está sendo palco de resistência do folclore, onde grupos representativos do folclore amazonense tem-se apresentado com vibração e empolgação nos espetáculos a parte. O público vibra a cada entrada desses grupos no solo sagrado do folclore, onde outrora, em tablado armado naquele local foi palco de muitas emoções. O público a cada noitada se expressa de forma vibrante e participativa nas promoções relâmpagos com sorteios de cortesias e cestas básicas ou demonstram sua alegria nas danças de casais, orientados pelos apresentadores do Festival Kirtk Sahdo

Disputa segue acirrada no 64 Festival Folclórico do Amazonas

As disputas entre as danças folclóricas concorrentes das categorias Bronze e Prata continua nas noites de programação do 64° Festival Folclórico do Amazonas que ocorre até o dia 23 de junho na arena do Centro Cultural dos Povos da Amazônia na Bola da Suframa.A cada noite, 6 danças de diversas modalidades de manifestações folclóricas passam pelo julgamento de 6 jurados que julgam diversos quesitos específicos para cada modalidade como Cirandas, Cacetinhos, Danças Nordestinas, Danças Internacionais, entre outros.Nessa terça-feira (14) as apresentações ficaram por conta da Tribo Muras da categoria BRONZE; Dança Nacional Xote da Karolina da categoria BRONZE; Quadrilha de

Ciranda Sonho de Cirandeiro

A Dança Folclórica Ciranda Sonho de Cirandeiro nasceu de um Grupo de senhoras da Rua Igarapé de Manaus que se reunia nos domingos de sol para prosear e sonhar, e um desses sonhos era o de ter uma brincadeira para motivar as crianças, os adolescentes e adultos da comunidade para ajudar os mesmos a não se envolverem com drogas, e resgatar os jovens que já tinham escolhido este caminho errado. Assim foi criada a Ciranda Sonho de Cirandeiro no dia 05 de fevereiro de 2005, com as cores vermelho, dourado e branco. A caminhada estava apenas começando precisávamos buscar recursos