Volume de demissões no comércio cai 20% em dezembro

De acordo com cálculos do Sindicato dos Empregados no Comércio do Amazonas, o número de demissões nos setor em dezembro de 2010 apresentou queda de 20% em comparação com o mesmo período do ano passado.
Apesar de ser considerado pelos lojistas como uma época de poucos desligamentos, a estatística surpreendeu a classe trabalhista do setor. Isto porque a redução representou uma baixa de 8% a menos em comparação com anos anteriores.
“Não houve uma área que demitiu mais. Aconteceu um equilíbrio. As homologações [entrada de processos de desligamento] do sindicato vêm reduzindo desde outubro com 886 demissões, em novembro caiu para 683 e em dezembro deverá fechar em 550. A tendência natural quando chega o fim do ano é diminuir, mas este ano foi bem menor”, declarou o vice-presidente do sindicato, José Ribamar.

Supermercados têm maior rotatividade

Ribamar explica que a maior parte destes desligados é de funcionários que mudam de setor, ingressam na indústria, por exemplo, ou vão para outros segmentos do comércio.
Para o sindicalista, a maior rotatividade de funcionários ocorre nos supermercados. “Mas em compensação, ele tanto demite quanto admite também. Um dos segmentos mais difíceis e ‘penoso’ é o supermercado”, enfatizou.
Este mês será de avaliação dos funcionários temporários do comércio é neste período que eles poderão ser efetivados no comércio local. Conforme projeções do sindicato trabalhista, aproximadamente 1.200 trabalhadores que entraram no regime de fim de ano poderão ser contratados pelo comércio até fevereiro. Nos três últimos meses que antecedem o fim do ano, a FCDL-AM (Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas) anunciou a contratação de mais de sete mil vagas para funcionários temporários em Manaus.

Bairros registram alta nas vendas

Este número, de acordo com o sindicato dos empregados, gerou uma procura de 15% a mais de pedidos de mão de obra para trabalhar no comércio local e segundo Ribamar lojas, como as de sapataria, chegaram a duplicar o quadro de funcionários. No Balanço de saldo de empregos por zonas, os bairros da área Leste de Manaus são os que mais estão absorvendo novas contratações. Atualmente, a capital possui cerca de 60 mil pessoas empregadas no comércio.
Do total, aproximadamente 15 mil postos de trabalhadores estão concentrados na zona Leste. Conforme a explicação do vice-presidente da CDL Manaus (Câmara dos Dirigentes Lojistas), Nelson Azevedo, a zona Leste está em grande fluxo de crescimento e oferta de emprego.

Desemprego no Brasil é o menor da história

Segundo o IBGE, a população brasileira desocupada caiu 5,9% em novembro e 20,7% na comparação com novembro do ano passado.
Já a população ocupada atingiu 22,4 milhões em novembro, o que representa um incremento de 0,2% ante outubro – visto como estabilidade pelo IBGE – e um aumento de 3,7% na comparação com novembro de 2009.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email