Venda de carros bate recorde no Amazonas

Pelo visto as concessionárias foram boazinhas no ano passado, porque o Papai Noel garantiu um fim de ano recheado de ‘verdinhas, rosinhas e azuizinhas’, afinal, nunca o Estado esteve tão cheio de veículos. Segundo dados divulgados pela Fenabrave (Fede– ração Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), em 2010 foram comercializados 38.987 veículos novos, dentre os do segmento de autos (27.338) e de comerciais leves (11.649).
Os dados atualizados supe–ram todos os valores registrados nos anos anteriores desde 2001. Somente em dezembro, 4.117 automóveis saíram direto das revendedoras para o trânsito. Comparado ao mês imediatamente anterior (3.810), houve um incremento de 8,06%. Em confronto a igual período de 2009 (3.532) e de 2008 (2.154), a elevação foi de 16,56% e de 91,13%, respectivamente.
Na participação de mercado do ano todo, a linha Fiat abocanhou uma fatia de 21,42%, o que lhe rendeu o segundo lugar no ranking de vendas, atrás somente da GM (General Motors), com 25,76%. Desde 2001, as duas indústrias juntamente com a VW (Volkswagen), que participou com 18,85%, disputam os três primeiros lugares.
O gerente de vendas da concessionária Via Marconi, Antônio Carlos da Costa Lima, fala que, com a entrada das marcas chinesas, como Kia (1,33%) e Hyundai (2,52%), o espaço no mercado ficou menor. Porém, apesar de perder em número de participação, já que em 2009 a Fiat havia conquistado 22,89%, a fábrica teve um aumento no volume de vendas.
Lima conta que há dois anos a concessionária emplacou 7.227 veículos da linha e, em 2010, este número aumentou 15,12%, pulando para 8.320. O representante comenta que o setor não vê sinais de preocupação, mesmo com as mudanças na taxa de juros. “A indústria automobilística é como se fosse um centro nervoso. Como são milhões de empregos envolvidos, toda vez que cai a produção de veículo, o governo toma medidas para estimular o mercado”, destacou.
Embora o Estado seja conhecido pelo Polo de Duas Rodas, mais uma vez a venda de carros superou a de motocicletas. No acumulado, as concessionárias de motos ficaram com 35,36% do número de vendas, enquanto a de autos ficou com 44,66%.
Entretanto, mais um recorde foi alcançado, já que o segmento obteve um valor inédito acima das 20 mil unidades, com 22.462, o que equivale há uma expansão de 30,92% sobre os dados dos doze meses de 2009 (17.157).
A venda de caminhões também se destacou. Pela primeira vez em dez anos, o número de automotivos pesados foi bem maior que 200 unidades, com uma quantia de 264. O gerente de vendas da Apavel, André Kaiser, afirma que a empresa teve um aumento de 30% nas vendas em relação a 2009 e a expectativa para 2011, tendo em vista o mercado, são mais 30%.
A participação da revendedora da VW no Amazonas e em Roraima já é de 32%, o que lhe tributa o primeiro lugar na linha de pesado. Além disso, nos mesmos Estados a concessionária já se apropriou de um percentual de 23% na linha semipesado.
Da mesma forma que Lima, Kaiser explica que não há inquietação quanto às novas taxas de juros. “Em conjunto aos bancos, já estamos estudando alternativas para manter os negócios”, frisou.
Incluindo as informações de caminhões, ônibus e motocicletas, das 3.515.120 unidades vendidas nacionalmente, o Amazonas é responsável somente por 1,81%. No entanto, o desempenho regional em 2010 segue a performance brasileira e mais uma vez ultrapassa os valores dos anos antecedentes. Foram vendidos 63.529 produtos automotores, um percentual 21,04% maior que o adquirido há dois anos (52.485), onde havia sido gravado o melhor resultado da história automobilística amazonense.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email