Vereadores buscam obter esclarecimentos sobre segurança com Infraero

A fim de explanar as condições de operações da Infraero no Amazonas, o vereador Tony Ferreira (PP) solicitou tribuna popular com o superintendente regional do órgão nos Estados do Acre, Roraima, Rondônia e Amazonas, Mário Jorge Fernandes de Oliveira.
Tony justificou a realização da tribuna como uma oportunidade de apresentar as mudanças que a Infraero colocou em prática após os dois graves acidentes aéreos ocorridos entre setembro de 2006 e julho de 2007. “A presença do superintendente da Infraero nesta Casa visa esclarecer algumas questões no setor aéreo” explicou Tony.
Mário Jorge, funcionário da Infraero há 33 anos, disse que a função do órgão é regular as atividades da aviação civil, bem como adotar as medidas necessárias para o atendimento do interesse público. “A Infraero opera em 67 aeroportos brasileiros, são 32 terminais de carga, totalizando a circulação de 33 milhões de pessoas por ano, entre passageiros e funcionários”, informou.

Pista é das mais seguras

Preocupados com um novo caos aéreo, os vereadores fizeram diversos questionamentos, entre eles as condições da pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Mário Jorge assegurou que a pista do aeroporto é uma das mais seguras do país. “Todas as aeronaves do mundo podem pousar, com segurança, em Manaus. A nossa pista foi projetada de forma a atender todas as declividades exigidas, não há motivo para preocupação”, reforçou.
Além da preocupação com a pista, o vereador Paulo de Carli (PDT) questionou Mário Jorge a respeito do sistema de aproximação de vôos por instrumento, e dos riscos que os urubus oferecem às aeronaves.
Mário Jorge garantiu que o aparelho funciona perfeitamente, mas ressaltou que o mesmo é operado pelo Cindacta e por isso, não poderia dar mais detalhes. “O ideal seria convidar os representantes para uma discussão mais ampla”, disse. Quanto aos urubus, o superintendente disse que o aeroporto Eduardo Gomes é o menos problemático e que todos os pontos de risco já foram identificados.

Pontes de embarque

Entre as metas da Infraero, destacadas por Mário Jorge, está a ampliação do pátio que passará a atender sete aeronaves simultaneamente e a modernização das pontes de embarque.
Por fim, o vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Massami Miki (PSL) parabenizou o superintendente da Infraero pela explanação apresentada. “Fico feliz em saber que, nos próximos anos, o aeroporto Eduardo Gomes vai ser porta de entrada do turismo do hemisfério norte”, disse.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email