Turismo de vacina alavanca demanda por passagens em Manaus

Com o avanço da vacinação contra Covid 19 em outros países,  muitos brasileiros têm buscado a possibilidade de imunização fora do Brasil. No Amazonas, essa demanda também é uma realidade. Os manauaras  da mesma forma  têm procurado destinos para se vacinar, essa influência chamada turismo de vacina surge no momento como aposta para alavancar as vendas nas agências de viagens que após o terem sido duramente impactadas em função da Covid, já observam um aumento de 15% por pacotes para este fim. 

Paulo Roberto Silva, empresário do segmento, aponta que o destino mais procurado pelos amazonenses é os Estados Unidos. Ele diz que a iniciativa de adesão da empresa em ofertar esses pacotes, é na verdade, o propósito de que todos se vacinem e todas as vacinas sejam aceitas em qualquer país. “Não é que nós agentes motivamos esse tipo de serviço destinado à vacina, mas sim , é uma procura dos próprios clientes que aumentou em 15%”. 

Mas quem quer arrumar as malas com esse objetivo e adentrar aos EUA  existe a necessidade do viajante cumprir  em quarentena em Cancún, medida de restrição imposta pelos EUA, fazer o teste 48h antes de embarcar, além disso, os pacotes, têm alto custo, em média  US$ 4 mil dólares.

Na Flytour Serviços de Viagens, para quem pretende tomar vacina em Nova Iorque, por exemplo, precisa fazer um agendamento de até 25 dias antes no site do governo americano. “Nós contratamos uma pessoa para fazer esse agendamento e um transfer até o local da vacina, com um pequeno tour depois. Temos uma assessoria de transporte e agendamento da vacina de US$ 120 dólares. A vacina é gratuita e de responsabilidade do Governo Americano”, explica a gerente das unidades da Flytour Manaus, Priscilla Costa. 

Para ela, as vendas efetuadas na agência são mais um produto. Pois considera que a empresa está com um movimento muito bom por conta do atendimento corporativo que realizam . “ Atendemos empresas de segmentos como agronegócios que não pararam, e que precisam de alguma forma se deslocar”. Mas ela afirma que o turismo da vacina tem gerado bastante interesse e procura. “Temos um pacote que estamos divulgando em nossas redes sociais”. 

A empresa MVB Viagens e Turismo, a partir da próxima semana, vai lançar pacotes para viagens com este objetivo. “Vamos lançar na próxima semana um pacote onde a pessoa passará 14 dias no México e de 4 a 5 dias em Nova York, Los Angeles ou Miami com passagem, hospedagens inclusas e vai custar cerca de 5 mil dólares”, comenta o empresário do turismo Anderson Souza. 

Despesas não compensam 

A Rússia anunciou o turismo de vacina, bem como Miami e Orlando. “Infelizmete o turismo nos EUA está fechado para o brasileiro, mas se você observar o panorama do resto da América Latina que o EUA está permitindo a entrada está indo bastante gente. Essa demanda influenciou nos preços”, conta o vice-presidente da Abav-AM (Associação Brasileira das Agências de Viagens no Amazonas ), Jaime Mendonça Júnior. 

Ele informa que um pacote que sai de Manaus até Cancun no México (país certificado pelos EUA), para cumprir a quarentena e logo em seguida ir para Nova Iorque para passar seis dias totalizando 21 dias de viagem as pessoas gastam de R$25 a R$30 mil reais, com a passagem e hospedagem. “ Mesmo assim, é muito tempo. As pessoas não dispõe de tempo para realizar uma viagem dessa. O interessante seria quando abrir a fronteira um voo direto aos EUA, ser imunizado, passar uns dias e retornar. São esses os mecanismos que nós temos de vacinação. Um pacote para Rússia que é de seis noites gasta nessa faixa também”.  

Ele lembra que apesar da Rússia também ter anunciado  o turismo da vacina, por meio da vacina Sputnik, o destino tem pouca procura porque o destino ainda não está na lista de vacinas certificadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde), está em processo na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). “Para quem viaja internacional não é interessante porque quem vai para Rússia para ser imunizado está pleiteando um passaporte de viagem para poder viajar ao mundo vacinado e isso acontece quando você toma uma vacina certificada pela OMS, somente A Pfizer, AstraZeneca a Jonhson e a Moderna “. 

Por dentro

De acordo com o site Travel Off Path lista que 17 estados americanos já oferecem a possibilidade de imunização para turistas, são ele: Arizona, Texas, Iowa, Alabama, Nevada, Califórnia, Colorado, Indiana, Louisiana, Tennessee, Michigan, Novo México, Ohio, Carolina do Sul, Virgínia e Flórida. O governo de Nova York também já anunciou a aplicação da vacina em pontos emblemáticos da cidade, como a Times Square.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email