Tropical Hotel também foi autuado e multado

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, junto com a Delegacia do Consumidor e Corpo de Bombeiros, foi ao Tropical Hotel durante a semana fiscalizar o estabelecimento, depois de algumas denúncias. Ali constataram algumas irregularidades na cozinha e em uma loja instalada no mini-shopping, a Tabacaria Ajuricaba, que acabou multada em R$ 7,4 mil, enquanto a direção do resort foi apenas notificada. No caso da loja, a infração constatada foi a ausência de preços nos produtos expostos nas vitrines, além da presença de alguns perecíveis, vendidos mesmo após a data de vencimento. Na cozinha do restaurante, os fiscais constataram problemas de higienização, além da presença de utensílios enferrujados. A coifa e o exaustor apresentavam problemas de funcionamento e a temperatura ambiente era inadequada para a preparação de alimentos. Isso acarretou a notificação. A simbologia da fiscalização, entretanto, estava no fato de que, há duas semanas, as autoridades lacraram pequenos hotéis no Centro. Com essa atitude, os órgãos pretendiam mostrar que independente do tamanho do empreendimento, estão atentos.

INIMIGO

Uma frase pronunciada pelo governador Omar Aziz chamou atenção dos presentes à inauguração da nova sede do Instituto de Pesos e Medidas do Estado, na última quinta-feira. Ao discorrer sobre o papel do órgão, dizendo que ele tem se equipado para combater empresários que tentam lesar a população, ele virou-se para o presidente Márcio André e tascou: “Você não é inimigo do comércio, mas sim um fiscal da população consumidora”. Em tempo: o chefe do Executivo revelou que o varejo já representa quase a metade da arrecadação do Estado.

ESPIONAGEM

A Mesa do Senado já encaminhou aos líderes dos partidos o pedido para que sejam indicados os membros da CPI da Espionagem. O depoimento do jornalista Glenn Greenwald e as matérias publicadas pela imprensa esta semana deram força à instalação da Comissão proposta pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), já lida e aprovada pelo Senado.”Não se trata apenas de violação de dados pessoais dos cidadãos, este em si um fato gravíssimo, mas também estão em risco a segurança das nações e da nossa economia” destacou a parlamentar.

CONQUISTA

O presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Érico Desterro, e a representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento no Brasil, Daniela Marquis, assinaram ontem o Protocolo de Entendimento de Trabalho de Auditoria, que credencia a corte amazonense a realizar fiscalizações em projetos, convênios e programas financiados pelo BID no Estado. Com a assinatura, o TCE-AM passa a ser a primeira instituição de controle da região Norte do país a fazer auditorias nas obras financiadas. No Brasil, apenas os Estados do Ceará, Bahia, Paraná, Minas Gerais e Distrito Federal.

PEQUENOS

A Comissão Geral de Licitação e o Sebrae-AM (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas), assinaram ontem um Acordo de Resultados do Projeto de Compras do governo do Amazonas. O termo visa ampliar a participação de micro empresas, empresas de pequeno porte, dos empreendedores individuais e da agricultura familiar no fornecimento de produtos e serviços ao Estado. Não é a primeira iniciativa desse nível. Nos governos de Gilberto Mestrinho e Eduardo Braga já houve pactos semelhantes. O problema é que eles se esvaem com o tempo.

POTÁSSIO

Está começando de fato um novo ciclo de desenvolvimento no Estado, que pode colocar o Amazonas na vitrine da mineração mundial. A Secretaria de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos confirmou o início das atividades de pesquisa mineral da segunda empresa interessada em explorar as reservas de potássio existentes no Estado, a Potássio Ocidental, que tem sede em Belo Horizonte (MG). A companhia é subsidiária da Pacific Potash, empresa canadense listada nas Bolsas de Valores de Toronto (Canadá) e Frankfurt (Alemanha).

AUTORIZADA

A Potássio Ocidental já está autorizada pelo Departamento Nacional de Produção Mineral para iniciar os trabalhos de pesquisa mineral numa área de 795 mil hectares, localizada entre os municípios de Itacoatiara, Urucurituba, Maués, Parintins e Barreirinha. Os investimentos iniciais em 2013 são da ordem de US$ 5 milhões e serão destinados à execução dos primeiros dois furos de sondagem que devem ocorrer em região localizada entre os limites dos municípios de Urucurituba e Itacoatiara.

GAZETEIROS

Curiosamente, o site da Câmara Municipal de Manaus ainda não registra a frequência de julho dos vereadores. Naquele mês foram realizadas poucas sessões, em função do recesso. E elas foram esvaziadas, em sua maioria, por conta daqueles que “esticaram” as férias. O interessante é notar, nos meses anteriores, que, apesar de o plenário permanecer a maior parte do tempo vazio, não existem gazeteiros na Casa.

ATRASADO

O mesmo site, no quesito transparência, parou no mês de maio. Salário de funcionários, verba indenizatória e outros dados de junho e julho ainda não constam na publicação, conforme prevê a legislação. No que diz respeito ao designs, não resta dúvidas de que é o melhor dentre todos os órgãos públicos do Estado. A Prodam trabalhou melhor para o Legislativo Municipal do que para o próprio patrão, o governo.

GOLEADA

Por falar em sites oficiais, uma breve olhada nas principais páginas de órgãos locais mostra que a Prefeitura de Manaus dá de goleada em todos os outros, no que diz respeito às mídias sociais. Enquanto mais de 44 mil internautas prestigiam sua fanpage no Facebook, pouco mais de seis mil curtem o governo. A Assembleia tem quatro mil seguidores, enquanto a Câmara engatinha em pouco mais de mil.

TRADIÇÃO

No final de semana dedicado aos pais, uma constatação: está diminuindo, mesmo que lentamente, a tradição local de pais políticos lançarem filhos para exercer cargos públicos. Os representantes de dinastias presentes hoje nos parlamentos são os deputados Rebecca Garcia (PP), Arthur Bisneto (PSDB), Josué Neto (PSD), Ricardo Nicolau (PSD) e os vereadores Marcelo Serafim (PSB), Iran Nicolau (PSD) e Reizo Castelo Branco (PTB). No interior a frequência desse tipo de “herança” é menor.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email