Subir escadas aumenta a queima de calorias

Está em busca de um exercício que acelera a queima calórica? Segundo o preparador físico Allan Menache, o ato de subir e descer escadas é uma atividade com um ótimo custo-benefício. Mas, quando não é bem planejada oferece riscos de lesões, principalmente no joelho. Isso acontece principalmente nas descidas, porque há uma sobrecarga importante nesta articulação.
“Os principais músculos envolvidos na subida são os extensores do joelho, os flexores e extensores do quadril, com ênfase nos glúteos, coxas e panturrilhas, e na descida, o quadríceps que atua na frenagem, os músculos adutores e tibial anterior também são solicitados para desacelerar o movimento” explica.
De acordo com Menache, coordenar braços e pernas, manter o alinhamento de quadril, tronco e cabeça, bem como manter um ritmo condizente com o nível de aptidão individual irá garantir uma prática saudável e que trará os resultados desejados.
A principal orientação para uma prática segura e eficiente é respeitar os próprios limites: “sabendo que após uma sessão de treino na escada, as pernas irão precisar de descanso. Portanto, 1 a 2 sessões semanais são mais que suficientes para alcançar os objetivos. A melhor estratégia é diversificar as atividades, assim o corpo não ficará acostumado com apenas um tipo de estímulo” recomenda.
“O treino em escada tem uma característica intervalada. Procure não treinar de forma contínua, já que a mudança de plano exige muito mais de todo o corpo, principalmente dos membros inferiores. Praticantes iniciantes devem redobrar o cuidado e passar por um período de adaptação”, reforça.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email