6 de dezembro de 2021

Shoppings têm bom desempenho no Dia das Crianças

O Dia das Crianças não decepcionou os shoppings centers da capital.  A data que abre a temporada de período de sazonalidade para todo varejo, trouxe fôlego para o segmento. Números da Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) as vendas cresceram 25,9% em todo país, índice superior em relação ao igual período do ano passado, superando as projeções de aumento em em torno de 18%.

Na capital, a média de incremento foi entre 10% a 15% em alguns shoppings, acima dos 5% a 10% registrados no mesmo período de 2020.  Apesar do balanço elevar o otimismo do setor para as próximas datas comemorativas do calendário do varejo como a Black Friday e o Natal, há uma preocupação com a instabilidade econômica e a falta de alguns produtos. 

“Apesar de algumas lojas ainda conviverem com a falta de determinados produtos em relação aos fabricantes devido a pandemia, e o tempo de transporte até Manaus, no geral, a data trouxe otimismo para o setor”.

Ele diz que o setor espera um aumento no volume de vendas, mas ao mesmo tempo afirma estar receoso com o aumento da inflação e o fato de algumas fábricas não estarem cumprindo o prazo de entrega de alguns produtos importados. “Mas estamos confiantes. Esse resultado do Dia das Crianças demonstra que a economia vem melhorando gradativamente. A gente aposta que a Black Friday vai dar mais impulso”, comenta o diretor da Alasc  (Associação de Lojistas do Amazonas Shopping), André Gesta.

De acordo com a Abrasce, no período, o comércio nos shoppings movimentou R$ 3,9 bilhões, já descontada a inflação. Em relação ao período equivalente de 2019, a queda é de 14%.

O aumento não se limitou ao volume de vendas, já que o setor contabilizou um incremento no ticket médio, que atingiu R$ 214 neste ano, superando em 13,8% os R$ 188 do ano passado e acima da expectativa de R$ 200 para a data comemorativa.

O avanço da vacinação contra a Covid-19 no Brasil aliado à segurança sanitária dos shoppings têm sido fundamentais para a recuperação das vendas do setor. “Neste ano, os consumidores foram seguros às compras e aos poucos retomam o hábito de frequentar shopping centers, com cada vez mais pessoas vacinadas, o que garante maior tranquilidade e confiança a todos”, destaca Glauco Humai, presidente da Abrasce.

O levantamento da Abrasce vai na direção dos resultados da pesquisa da CDLM (Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus), ao indicar que  os shoppings  centers foram as principais opções de compras para o presente da garotada, seguido do Centro da cidade e internet e-commerce.

Saiba mais

A Abarsce também constatou um ticket médio de R$ 214 reais, um crescimento de 13,8% em comparação com o registrado no ano passado.

No varejo de rua, o valor médio gasto em compras foi de R$ 124,00, uma queda de 0,8% frente aos R$ 125 registrados em 2019. Por fim, ao comparar o ticket médio das lojas de shoppings com as lojas de rua, a diferença foi de 72,6% em 2021.

Protocolos 

De acordo com a Abrasce, o segmento já oferece aos seus associados um protocolo sanitário para o Natal de 2021. O documento foi criado em parceria com a consultoria do Hospital Sírio-Libanês para dar continuidade às diversas regras de segurança já seguidas pelos empreendimentos e recomenda evitar aglomerações, manutenção constante da higienização de espaços e a fiscalização no uso de máscaras com o objetivo de garantir a tranquilidade no período de compras.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email