Setor de cosméticos é o que mais cresce no país

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e da Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) mostram que enquanto o PIB do país e das indústrias gerais em 2008 cresceu, respectivamente, 5,1 e 4,3, o do setor das indústrias de cosméticos bateu 7,1%.
Também segundo a Abihpec, alguns fatores podem explicar o bom resultado deste setor, são eles: maior participação feminina no mercado de trabalho, lançamentos constantes de produtos e utilização de tecnologia de ponta nas indústrias de higiene pessoal, perfumaria e cosmética, que faz com que haja aumento da produção e conseqüente venda de produtos com preços mais competitivos.
E o Brasil, mais uma vez, desponta neste ramo: é o terceiro mercado de cosméticos mundial, perdendo apenas para Japão e Estados Unidos.Dentro do setor, uma linha ganha força: a de ativos e produtos naturais e orgânicos. Uma projeção da Organic Monitor aponta para o fato de que atualmente o consumo destes produtos é de 4%, mas que em 2012 poderá chegar aos 10%.Um levantamento feito a mostra que esta divisão apresentou um crescimento de 28%, o que representa uma importante participação no faturamento anual de R$ 84 milhões da empresa Beraca, uma das maiores fornecedoras de ingredientes naturais e orgânicos para as indústrias farmacêuticas do país.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email