FCDL aproxima empresários em Manaus

A FCDL (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Amazonas) reuniu 30 empresários de diversos segmentos da área de comércio e serviços de Manaus, na sede da instituição, na rua Rui Barbosa, centro da capital amazonense, para aproximar os empreendedores das últimas ações da federação e os planos para os próximos meses de gestão.
Segundo o diretor-executivo da rede de lojas Disco Laser, Rui Costa, encontros como estes deveriam ocorrer com mais frequência. “Nós, empresários, agradecemos a iniciativa da FCDL, porque na correria do trabalho não temos tempo para conversar sobre nossas dificuldades e buscar soluções com a federação. Essas reuniões precisam acontecer mais vezes”, declarou Costa.
A reunião foi aberta pelo presidente da FCDL, Ralph Assayag, que anunciou que até o final do ano, outras unidades de CDLs serão abertas no interior do Estado, apesar de ainda não ter mês definido. “Até dezembro teremos algumas Câmaras de Dirigentes Lojistas instaladas no interior do Amazonas, a primeira será na cidade de Coari, atendendo aos pedidos dos comerciantes que precisam de um órgão representativo mais próximo deles”, disse Assayag.
A presidente da Alasc (Associação dos Lojistas do Amazonas Shopping Center), Mercedes Braz, disse que “são de iniciativas como estas que os empresários precisam para poderem conhecer de perto o que o órgão que os representa está fazendo”.
O novo delegado da Polícia Federal de Manaus, Sérgio Fortes, também esteve presente no evento e explanou sobre a importância das atividades da corporação. “As apreensões que fazemos de produtos pirateados, ajudam principalmente os comerciantes do Centro da cidade, que ficam sujeitos à concorrência desleal com os camelôs”, afirmou Fortes.
Para o presidente do Grupo TV Lar, Antônio Azevedo, “a Receita deveria tratar as pessoas e empresários como clientes e não como mero geradores de tributos”.
Ele abordou a necessidade do dinheiro recolhido no Estado permanecer aqui, “para desenvolver as cidades do interior do Estado, que parecem estar paradas no tempo”.
O recém-nomeado superintendente regional da Receita Federal em Manaus, Moacyr Mondardo, falou sobre as alterações no extrato de IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) disponibilizados no site. “O novo extrato para Pessoa Física está facilitando a relação entre o contribuinte e a Receita. Agora ele pode resolver suas pendências antes de ser intimado judicialmente ou cair na malha fina”, explicou.
Mondardo abordou também o atendimento no escritório da Receita Federal. Segundo o superintendente regional, “antes o atendimento era realizado em uma hora, hoje a média é de 18 minutos por pessoa”. Ele destacou que o horário de maior fluxo de pessoas no prédio da Receita Federal ocorre entre 9 e 11 horas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email