Secretário Raphael Câmara Medeiros é homenageado na CMM

A CMM (Câmara Municipal de Manaus) homenageou, ontem, o secretário nacional da Atenção Básica à Saúde, Raphael Câmara Medeiros Parente, pelos seus esforços no enfrentamento à segunda onda da pandemia que atingiu a capital no início deste ano.

Em solenidade especial na Câmara, Medeiros recebeu a Medalha de Ouro André Araújo, a maior honraria concedida pelo município. O vereador Raiff Matos (DC) é o autor da proposta que reconhece os trabalhos do secretário nas medidas de combate à Covid-19 durante a mais aguda crise sanitária já vivida pela cidade.

O secretário lembrou os 20 dias em que, segundo ele, presenciou o cenário desolador que se abateu sobre Manaus, com hospitais lotados, pessoas praticamente sem assistência médica, com falta de profissionais para atuar na linha de frente, enquanto muitos morriam vítimas da Covid-19.

“Eu e minha equipe viemos para passar somente dois dias, mas decidimos ficar ao presenciar tanta angústia e desespero. Não medimos esforços para ajudar a cidade que enfrentou a sua mais grave crise na saúde. Visitei pelo menos 100 unidades básicas de saúde das 200 existentes na cidade”, contou o secretário Raphael Medeiros ao discursar após receber a medalha.

Em seguida, ele disse que passados os seis primeiros meses da gestão do atual prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), encontrou um cenário totalmente diferente do que assistiu no início deste ano.

“Fizemos um plano de trabalho que está sendo integralmente cumprido pela prefeitura e a Semsa (Secretaria Municipal de Saúde). A gente nota atividades muito sérias para tentar melhorar o atendimento”, ressaltou o secretário. “Ontem, vimos que Manaus está em um caminho muito correto de preencher todos os indicadores do Previne Brasil”, acrescentou Parente.

O Previne funciona como um referencial na captação de recursos para a área de saúde. “Quem faz um bom trabalho, recebe mais. Quem não faz, recebe menos”, afirmou Raphael Medeiros. “Mas Manaus está preenchendo todos os requisitos com um trabalho sério, muito eficaz, de muita qualidade e atuante”, disse.

Referência nacional

Presente à solenidade, o prefeito David Almeida disse que a atuação do secretário Raphael Medeiros foi fundamental para sensibilizar o Ministério da Saúde de que Manaus precisava de uma resposta imediata para o enfrentamento à pandemia.

“O doutor Rafael esteve conosco no início de janeiro em razão da pandemia. Ele ajudou muito a cidade de Manaus. Foram mais de 108 médicos enviados pelo Ministério da Saúde para reforçar os atendimentos”, afirmou o prefeito.

O vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, e a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, também participaram do evento na Câmara.

David Almeida anunciou que vai reformar 68 UBS (Unidades Básicas de Saúde), construir mais 20 de porte 4, tudo isso em parceria com o Ministério da Saúde, ainda da época do então ministro Eduardo Pazuello, e agora com o ministro Marcelo Queiroga. “Ações que foram feitas no passado estão sendo realizadas no presente e também virão para garantir, no futuro, uma melhor condição da saúde básica e primária da nossa cidade”, garantiu o prefeito.

Na Câmara, ele assinou um termo de compromisso junto ao Ministério da Saúde que garante o reforço de 600 agentes comunitários e 30 equipes da família para a Semsa em Manaus.

O prefeito disse que vai tornar Manaus numa referência nacional e mundial no atendimento à atenção básica na saúde. Tão igual ou mais atuante que a cidade Lucas do Rio Verde, em Mato Grosso, onde não existem hospitais particulares e os médicos só trabalham na rede pública.

“Tudo vem do serviço público. Quero implementar o mesmo sistema em Manaus, que é uma cidade Estado. Vamos fazer toda a cobertura do setor de saúde na cidade”, promete o prefeito.

A secretária Shádia Fraxe destacou a mediação de Raphael Medeiros para que Manaus tenha, hoje, uma das maiores coberturas vacinais contra a Covid-19. “A cidade já conta com 75% da população já imunizada com a primeira dose e 26% completaram a imunização”, disse ela.  “E a ação do secretário junto ao Ministério da Saúde foi fundamental para alcançarmos essas metas”, acrescentou.

Foto/Destaque: Robervaldo Rocha/CMM

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email