10 de abril de 2021

Sebrae vai qualificar pedreiros e eletricistas para Porto das Lajes

Primeiro serão os pedreiros e eletricistas. Até o fim do ano, cursos de qualificação para estas duas categorias profissionais devem ser iniciados

Primeiro serão os pedreiros e eletricistas. Até o fim do ano, cursos de qualificação para estas duas categorias profissionais devem ser iniciados. Mas a meta do Sebrae (Serviço Brasieliro de Apoio à Micro e Pequena Empresa) é qualificar o maior número de profissionais possíveis na Comunidade Antônio Aleixo, visando principalmente preparar a mão-de-obra comunitária para as oportunidades de trabalho que se apresentarão com a implantação do Terminal Portuário das Lajes.
A criação dos cursos de pedreiros e eletricistas foi definida na quarta-feira, 30, em reunião entre o diretor do Sebrae, Vicente Schettini, o coordenador de relações com o mercado do órgão, Eduardo Matos, o técnico da instituição, José Carlos Silva, e lideres comunitários, entre eles o presidente da Amacaa (Associação de Moradores da Comunidade Antônio Aleixo), Messias Braga. Estiveram presentes também os diretores da Lajes Logística, empresa responsável pela implantação do terminal, Sérgio Gabizo e Laurits Hansen.
Durante a reunião, os comunitários manifestaram preocupação com a possibilidade de trabalhadores de outras regiões da cidade invadirem a comunidade visando os postos de trabalho que serão em breve disponibilizados. Se os moradores não estiverem qualificados, não terão como concorrer aos postos. “Temos muita gente que conhece o ofício, mas não tem qualificação oficial”, disse Messias Braga.
Para Vicente Schettini, o problema é ainda maior. “Esses trabalhadores que chegarem, podem inclusive gerar novas invasões residenciais, pois certamente virão com as famílias. Isso pode causar novos problemas sociais para a comunidade”, explicou.
Visando minimizar essa possibilidade, o Sebrae e o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) se comprometeram em disponibilizar de imediato dois cursos de qualificação para pedreiros e eletricistas, categorias que nesse início serão as mais procuradas. Ficou acertado que a Associação de Moradores encaminharia a relação de pessoas interessadas no curso e já uma sugestão de local para a implantação.
Além disso, será feito um levantamento dos custos necessários para a implantação do projeto. “O Sebrae se compromete a entrar com parte desses recursos, mas temos limitações”, adiantou Vicente Schettini. Os diretores da Lajes Logística também prometeram se empenhar na captação dos recursos, pois a firma será uma das beneficiadas com o resultado.
Ficou definido na reunião que os cursos devem ser iniciados em 30 dias, desde que seja definido imediatamente o local e o número de participantes. De acordo com a demanda e o interesse demonstrado pela comunidade, outras categorias serão beneficiadas com os cursos de qualificação.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email