Romero Reis defende incentivos para negócios no Centro

Romero Reis assume presidência do Codese (Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus) e defende o polo digital como um dos novos segmentos econômicos para a cidade. Na solenidade ocorrida, na última sexta-feira (17), no auditório da Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas), o novo presidente incentivou a abertura do centro antigo como alternativa de ambiente de negócio e ressaltou a importância de ouvir entidades de classes na busca de desenvolvimento para a cidade.

Romero enfatizou, que um dos objetivos do Codese para 2020 é inserir Manaus entre as 10 melhores cidades para se viver e uma das 20 melhores capitais para fazer negócios e atrair investimentos. E uma das estratégias seria oferecer isenção de taxa de ITPU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), para empresas que queiram investir.

“Porque não colocar o Centro de Manaus como um distrito de inovação concedendo isenções como taxa de IPTU e ISS? Fazendo com que o Centro volte a ter vida e negócios. Isso vai dar vida 24 horas por dia só no período comercial”, disse.

Na visão do presidente, o centro antigo de Manaus tem grande potencial para tornar-se um grande ambiente de negócios para atrair novos segmentos econômicos. Uma das estratégias seria oferecer isenção de taxa de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e Iss (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza), para empresas que queiram investir.

 “Porque não colocar o centro antigo de Manaus como um distrito de inovação concedendo inserções como taxa de iptu e Iss? Fazendo com que o centro volte a ter vida e negócios. Isso vai dar vida 24 horas por dia só no período comercial”, disse.

Romero falou da importância de integrar pessoas capacitadas de diferentes áreas, para atuarem nas linhas de frente das câmaras técnicas do órgão. O objetivo é trabalhar para criar soluções para cada problema da cidade. Na

“A experiência de cada entidade que compõe o Codese é fundamental para contribuir no trabalho de busca de soluções para os problemas da cidade. E quem faz os trabalho no órgão acontecer são as câmaras técnicas”, destacou Romero. 

 

Termo de compromisso

Na ocasião, o prefeito de Manaus Artur Virgílio Neto, assinou um termo de cooperação com o Codese, para informatizar os trabalhos do Implurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano). A ideia é modernizar os atendimentos. A ideia é  aproveitar os recursos de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) para não onerar o orçamento do município. 

“As nossas empresas ainda são analogicas. Poucas são digitais. Esse termo de cooperação vai ao longo do ano eliminar o papel no Implurb, e assim ele vai ser informatizado para que a gente possa gerar negócios e aprovações de empreendimentos com a velocidade da vida moderna, e só conseguimos fazer isso com o uso da tecnologia. A assinatura desse termo é um passo muito importante para a dinâmica da cidade”, comemorou Romero.

União

O vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo, enfatizou que o atual momento econômico do país é crucial para que as entidades representativas e classes políticas tomem posições conjunta, solidária e construtiva para os interesses econômicos e sociais do Amazonas. Como exemplo, ele citou os desafios da crise do polo de concentrados, a reforma tributária e a viabilização de atividades econômicas sustentáveis, complementares à zona franca de Manaus.

“É imprescindível a união de todos, para que de forma apartidária, possamos desenvolver ações conjuntas para vencer os desafios urgentes do Amazonas. Não nos resta saída, senão a união do governo do estado, suframa, classe política – em todos os níveis e representantes de classe, para defender a nossa região, nossa cidade e nossa economia dessa contrapartida fiscal”, disse 

Nova diretoria

Romero Reis é engenheiro e empresário do segmento da construção civil. A nova diretoria é composta pelo vice-presidente, Euler Guimarães Menezes de Souza; pelos conselheiros fiscais: Francisco de Assis Mourão Júnior, Mário Jumbo Miranda Aufiero, Manoel Carlos de Oliveira Júnior e Afonso Luiz Costa Lins Junior; e conselheiros deliberativos: Ulisses Tapajós Neto, Raul Carlos Araújo de Andrade, Frank do Carmo Souza, Lamisse Said da Silva Cavalcanti.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email