Rocam Motos intensifica policiamento na capital

O governador Wilson Lima lançou, em agosto, o programa “Rocam Motos”. O novo grupamento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) recebeu 60 motocicletas de alta cilindrada para atuar no patrulhamento em áreas de difícil acesso em Manaus.

O programa alcança áreas da capital com índices elevados de criminalidade, além de bairros com intensa atividade comercial, como Centro, Vieiralves e Manôa, intensificando o trabalho das forças de segurança no combate aos roubos e furtos a lojas e estabelecimentos.

O efetivo do “Rocam Motos” vem passando por qualificação há cerca de um ano. Para o novo programa de segurança pública, a SSP-AM adquiriu 60 motocicletas do tipo V Strom 650 cilindradas, além de rádios e fardamentos diferenciados.

Base Arpão

O governador Wilson Lima inaugurou, em agosto de 2020, um projeto inédito de combate ao narcotráfico, à pirataria e aos crimes ambientais no estado do Amazonas. É a Base Fluvial Arpão, que já está atuando no rio Solimões, entre os municípios de Coari e Tefé, dando suporte a uma série de operações policiais integradas na região.

A iniciativa é resultado de parceria com o Governo Federal, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

A Base Arpão reúne efetivos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além de médicos, dentistas e enfermeiros. A embarcação será um dos pontos de apoio do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia) no Amazonas.

Lanchas blindadas

Em conjunto com a Base Arpão, o Governo do Amazonas está empregando nas operações de interceptação de traficantes na região do Solimões as três lanchas blindadas entregues pelo governador no início deste ano.

Foi implantado, ainda, um sistema de radiocomunicação para reforçar o combate ao narcotráfico e aos crimes ambientais em sete municípios do Amazonas, também em parceria com o Governo Federal.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email