Renner lança campanha para arrecadação de fundos

A Renner, maior varejista de moda do Brasil em faturamento, anuncia a oitava edição da ‘Mais Eu’, campanha de mobilização social que tem como objetivo angariar recursos para projetos voltados à inserção da mulher no mercado de trabalho. No período de 10 a 13 de agosto, o valor equivalente a 5% da venda líquida, isento de impostos, realizada nas 260 lojas da rede e também pelo e-commerce (www.lojasrenner.com.br) será repassado a projetos sociais apoiados pelo Instituto Lojas Renner (www.institutolojasrenner.org.br) destinados à capacitação e geração de renda para mulheres.
Desde sua criação, em 2008, a campanha já arrecadou mais de R$ 8,1 milhões, beneficiando mais de 11 mil mulheres em 17 estados e Distrito Federal. A edição passada, realizada em 2014, bateu o recorde de arrecadação: R$1,7 milhão, montante 16% superior ao ano anterior.
“O Instituto Lojas Renner espera ultrapassar a arrecadação dos anos anteriores e ampliar a sua base de projetos atendidos e mulheres beneficiadas”, afirma Luciane Franciscone, diretora de Marketing do Instituto Lojas Renner. “Queremos promover a inserção da mulher no mercado de trabalho, apoiando ações sociais empreendedoras, desenvolvidas por organizações da sociedade civil, que contribuam de forma eficaz para a qualificação e inclusão da mulher e o desenvolvimento das comunidades onde a Renner atua”, explica.
As organizações sociais interessadas em candidatar seus projetos para receber o investimento do Instituto podem obter mais informações e fazer suas inscrições através do site www.institutolojasrenner.org.br, no primeiro trimestre de 2016, quando será lançado o próximo Edital Mais Eu. Os projetos inscritos são submetidos a uma comissão que avalia, entre outros aspectos, a consistência da atuação junto às comunidades, a coerência entre objetivos e ações propostas, o planejamento orçamentário e as condições estruturais e de capital humano para a condução do programa.
Desde 2013, o Instituto Lojas Renner acompanha o Índice de Retorno do Investimento Social dos projetos apoiados por meio do edital Mais Eu. Esse índice apura a relação entre o valor investido em projetos e a renda gerada pelas mulheres beneficiadas a partir de seu próprio trabalho, com acompanhamento mensal. “Ao final de 2014, o índice foi de R$ 1,25, ou seja, para cada R$ 1,00 investido pelo Instituto Lojas Renner, as mulheres geraram R$ 1,25 de renda por meio de trabalho próprio”, destaca Luciane.

A mulher para a Renner
Para a Renner, investir na mulher é um caminho natural. Em 1991, aempresa passou por um reposicionamento, elegeu a mulher como seu público-alvo preferencial e definiu que trabalharia para ser percebida como a loja cúmplice da mulher moderna. A estratégia deu resultado e após um crescimento vigoroso, cerca de 80% dos clientes Renner são mulheres. Também no quadro de colaboradores a presença feminina é marcante: elas são mais de 70% dos colaboradores da Companhia e ocupam cerca de 50% das posições de gestão.

Sugestões de personagens
Joseilda do Nascimento Silva, 46 anos – Guarulhos/SP
Organização: Fundação Tide Setubal
Projeto: Oficina Escola de Culinária Jardim Lapenna
“Posso dizer que sou uma guerreira e muito determinada, vindo de Belém do Pará em 1995 com muita vontade de vencer na vida. Comecei a vender bolos e tortas em 2012 por conta própria, e foi aí que conheci a Fundação Tide Setubal. Por meio do projeto Oficina Escola de Culinária pude me capacitar no curso Gastronomia Agora Eu Posso – Confeitaria e iniciei com os eventos corporativos de coffe break. Tenho uma parceria com a Diretoria Regional de Educação de São Miguel (Secretaria Municipal de Educação), que foi conquistada por conta de uma indicação da Fundação. Graças ao meu esforço já estou há um ano como fornecedora. Minha vida teve uma mudança incrível, tanto financeiramente, como profissionalmente. Hoje, tenho vários clientes fixos, além dos clientes sazonais. O lucro do meu pequeno negócio é variável, mas regularmente fica em torno de 6 mil por mês. Tenho muita fé em Deus e trabalho muito pra isso.”

Maria José dos Santos, 51 anos – São Miguel dos Milagres/AL
Organização: Instituto Yandê: Educação, Cultura e Meio Ambiente
Projeto: Oficina Peixe-boi e arte
“Trabalho como empreendedora na Oficina Peixe-boi e Arte, coordenando a equipe de costureiras e também participando da produção de souvenires de peixes-boi marinhos, animais ameaçados de extinção e símbolos da região de São Miguel dos Milagres. Conhecemos a Campanha Mais Eu durante a elaboração do projeto de fortalecimento da Oficina. A campanha, através do Instituto Lojas Renner, teve um importante papel para que a ideologia do Instituto Yandê pudesse ser aplicada na comunidade, valorizando e consolidando os trabalhos da instituição. Consideramos o resultado positivo porque com os cursos que foram proporcionados através da Campanha, adquirimos conhecimento para melhor atuar no mercado. Essa capacitação tem proporcionado crescimento na renda das mulheres e aumento da autoestima, gerando melhorias na qualidade de vida. Todos estes resultados atualmente não seriam possíveis se não fosse o apoio do Instituto Lojas Renner e da Campanha Mais Eu.”

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email