Queda no e-mail pode causar prejuízo irreversível, aponta estudo

Uma recente pesquisa realizada pela Osterman Research, encomendada pela Neverfail, cujos produtos são distribuídos no Brasil pela Inspirit, revelou que 56% das companhias ouvidas afirmaram que frequentemente detectam a queda do servido de e-mail somente depois que os usuários reclamam que não podem enviar ou receber mensagens de correio eletrônico. Os pesquisados também afirmaram que eles já experimentaram uma média de 1,6 incidentes deste tipo por mês.
Com o serviço de e-mail se tornando vital para a comunicação para os negócios, é racional que as empresas estejam se tornando mais ativas na prevenção contra a interrupção deste tipo de serviço.
A paralisação dos serviços de e-mail tem custos significantes, com 40% dos participantes da pesquisa afirmando que poderiam perder até US$ 50 mil em uma queda do servidor principal de e-mail. Projetando estas perdas para um ano, o potencial de receitas poderia ter uma queda perto de US$ 1 milhão.
Quatro entre cinco empresas que utilizam e-mail para o envio de conteúdo e documentos críticos para os negócios apontaram o crescimento de 20% ao ano no volume deste tipo de comunicação. Por esta razão, os administradores dos negócios necessitam proteger melhor sua infra-estrutura de e-mail e também aprender a identificar os motivos que provocam este tipo de paralisação.
“As empresas estão colocando o futuro de seus negócios em risco”, comentou Michael Osterman, presidente da Osterman Research, ao apresentar os resultados da pesquisa. “A necessidade de se manter a continuidade dos negócios é clara, ainda que a maioria das organizações não possua qualquer tipo de solução tecnológica para esta finalidade”.
Como os sistemas de comunicação móvel se tornam mais largamente utilizados – como os smartphones, as empresas deveriam esperar que este tipo de sistema apresentasse mais falhas em suas atuais estratégias de proteção do serviço de e-mail corporativo. A pesquisa detectou que panes dos sistemas de comunicação móvel BlackBerry são relativamente freqüentes, abrangendo os erros na utilização dos dispositivos, nas telecomunicações e problemas no servidor do BlackBerry.
“A crescente utilização do e-mail como forma dominante de comunicação sinaliza uma mudança de paradigma no modo como os negócios são conduzidos, ainda que as empresas tenham baixa consciência que este tipo de serviço deva estar disponível 24 horas por dia, sete dias por semana. O e-mail não é mais apenas uma forma de comunicação, ele é o meio vital para o sucesso da comunicação para os negócios”, comenta Andrew Barnes, VP Sênior de desenvolvimento corporativo da Neverfail.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email