11 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Projetos são aprovados e encaminhados à sanção

Durante a realização da Ordem do Dia na Sessão Plenária da Câmara Municipal de Manaus (CMM) desta terça-feira (18), os vereadores aprovaram três Projetos de Lei que foram encaminhados à sanção do prefeito Arthur Virgílio (PSDB).

Durante a realização da Ordem do Dia na Sessão Plenária da Câmara Municipal de Manaus (CMM) desta terça-feira (18), os vereadores aprovaram três Projetos de Lei que foram encaminhados à sanção do prefeito Arthur Virgílio (PSDB).
Entre os Projetos de Lei está o de nº 242/2013, do Executivo Municipal, que autoriza a contratação de empréstimo da Prefeitura de Manaus junto à Caixa Econômica Federal no valor de R$ 100 milhões para obras de recuperação ambiental no Igarapé do Mindu. O projeto foi aprovado em caráter de urgência pelas comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e de Finanças e Orçamento (CFEO) e posteriormente, de forma unânime, no Plenário da Casa.
Outro projeto de lei 128/2012, de autoria do vereador Gilmar Nascimento (PDT), também foi encaminhado à sanção. Ele prevê a efetivação de ações de Saúde que assegurem a detecção precoce do aumento de níveis do antígeno superficial da próstata (PSA), para prevenir o desenvolvimento de câncer de próstata, em Manaus.
De acordo com o projeto, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município vinculadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de serviços próprios, conveniados ou contratados, deverão assegurar, nas ações públicas de Saúde, a realização do exame PSA a todos os homens a partir dos 45 anos, ou a partir de 40 anos para os casos com histórico familiar de câncer de próstata.

O que é o P.S.A e qual a taxa que indica câncer

O PSA (Prostate Specific Antigen, em Inglês), é uma glicoproteína produzida especificamente pelas células epiteliais da próstata. Esta glicoproteína normalmente ajuda na mobilidade dos espermatozóides através da diluição do fluído seminal, no ato da ejaculação, facilitando assim, a liberação dos mesmos.
No tecido prostático são produzidas duas proteínas específicas: uma é a fosfatase ácida prostática e a outra, o PSA. Esta glicoproteína é a que se associa com o câncer de próstata.
O aumento da taxa do PSA em si não significa câncer. Uma elevação no sangue pode ser devido a uma infecção, a um crescimento benigno da próstata, ou ao traumatismo da mesma.
O crescimento mais representativo da associação do PSA com câncer de próstata seria observar uma elevação, em relação à medição anterior, de 0,75 ng/ml, ou maior durante um ano.
Normalmente, um PSA acima de 4,0 deve sugerir uma preocupação maior em acompanhamento médico. Neste caso, o homem deve ser submetido ao exame digital (toque retal) e uma ultra-sonografia transretal, e, dependendo do resultado, uma biopsia.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email