Produtores de flores prevêem produção de novas espécies

Produtores do município de Rio Preto da Eva, considerado o mais promissor pólo de florais do Estado, anunciaram para o primeiro quadrimestre de 2008 a produção de cinco novas espécies ornamentais para pulverizar ainda mais o mercado regional. As associações rurais concordam que o momento da horticultura atrai projetos para médio prazo.
Para custear as 5.000 mudas planejadas para serem adquiridas ao longo do próximo ano, a Aspripe (Associação dos Produtores Rurais de Rio Preto da Eva), por exemplo, cujo objetivo é a produção de pelo menos 30 mil flores já em 2008, quantidade 22,44% superior as 24.500 unidades obtidas até o momento, já adquiriu o aporte de R$ 18.000 destinados à compra de sementes de girassóis, gérberas, helicônias, bastões de imperador e xampus.

Segundo o titular da associação, Sérgio Iziumi, a escolha por essas flores se deve ao fato de serem as mais adaptadas para a média de temperatura no Estado do Amazonas e devido a grande demanda das floriculturas da capital, principal rota de escoamento da produção.
Iziumi afirmou que a Aspripe vem desenvolvendo um trabalho comunitário, no qual integrantes dos oito nú-cleos -produtivos locais vão a campo para divulgar junto a paisagistas, decoradores e donos de floriculturas da capital, a produção florícola na região.

Entretanto, o líder comunitário concordou que a profissionalização dos associados é de fundamental importância para a melhoria da comercialização dos produtos. “Se queremos alcançar as floriculturas de Manaus, temos que saber como fazer frente às flores vindas de outros Estados, pois não adianta desenvolver produtos com grande valor agregado, se o comércio local não reconhecer esse esforço na produção florícola”, asseverou Iziumi.

Construir estufa

Conforme o floricultor Hideo Ishiba, cujo plano é investir R$ 12.500 na construção de uma estufa em sua propriedade ainda este ano, a grande vantagem dos empreendedores de Rio Preto da Eva é que o mercado regional tem bastante demanda para absorver toda a produção planejada para os próximos três anos.

Investimento em orquidários é o grande trunfo na produção

Hideo Ishiba disse que seus planos incluem o cultivo de amostras de flores tropicais e orquídeas, sem deixar de lado o cultivo de rosas. “Mas o grande trunfo serão as flores menos convencionais, como xampus e gérberas”, asseverou o empreendedor, segundo o qual, até meados do primeiro semestre de 2008, terá injetado recursos superiores a R$ 15 mil na construção de um segundo orquidário.

Já a Flores da Eva (Associação dos Produtores de Flores e Plantas Ornamentais de Rio Preto da Eva) tem planos mais ambiciosos para 2008, a começar pela introdução de girassol de corte. A informação é do presidente da associação, João Batista Evangelista Silva, segundo o qual com o encerramento da primeira etapa do Projeto Eva 2010, iniciada no ano passado, as 12 primeiras famílias receberam aportes de até R$ 26 mil financiados pelo Banco do Brasil. “Na segunda etapa, que começa no início de 2008, 30 propriedades ao total serão beneficiadas com esses investimentos”, acrescentou.

De acordo com o dirigente, no projeto do girassol de corte está previsto a implantação, em até três anos, de sistemas mecânicos e de irrigação permanente do floral em cada uma das propriedades dos associados.
“De olho na previsão de colher aproximadamente 200 dúzias de girassóis por mês até o fim de janeiro, nossos associados já estão mandando amostras da planta para algumas floriculturas de Manaus”, acrescentou Evangelista.
O presidente entidade disse, entretanto, que a Flores da Eva teve sua produção comprometida pela necessidade de mudanças no floreio este ano. Segundo o dirigente, da meta planejada de 30 mil flores, pouco mais de 25 mil serão produzidas até o fim do último quadrimestre. “Mas para o início de 2008, com todas as áreas mecanizadas, calculamos alcançar 50 mil gladíolos, nosso carro-chefe”, completou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email