Governador participa de evento em Nova York

O governador Eduardo Braga foi o único brasileiro convidado para participar desde ontem do encontro anual da Clinton Global Iniciative, Fundação criada pelo ex-presidente norte-americano Bill Clinton para discutir o futuro do planeta. O próprio fundador da instituição abrirá o evento, às 10h (de Manaus), no teatro Lincoln Square, na Broadway, em Nova Iorque,  Estados Unidos. O Tema “Mudanças Climáticas” será um dos destaques das plenárias, daí o convite ao chefe do Executivo amazonense, que lançou em junho a primeira Lei de Mudanças Climáticas do país.

Secretários presentes

Eduardo Braga desembarcou ontem em Nova Iorque, acompanhado pelos secretários Virgílio Viana (Desenvolvimento Sustentável) e Dennys Minev (Planejamento), com exemplares da lei traduzidos para o inglês. O governador falou sobre o documento e também mostrou os primeiros resultados da instituição do Fundo de Mudanças Climáticas, com ênfase para o programa Bolsa Floresta, lançado no último dia 12 na comunidade Deus Me Ajude, em São Sebastião do Uatumã.

“É uma oportunidade única de conseguirmos parceiros para nossas iniciativas na área da preservação ambiental. Temos o discurso e a prática para mostrar”, disseBraga.
Personalidades políticas, empresariais e religiosas de todo mundo confirmaram presença no evento, a exemplo do presidente do México, Felipe Calderón; o presidente da maior rede de varejo do mundo, a Wal-Mart, H. Lee Scott; o arcebispo africano Desmond Tutu, prêmio nobel da Paz e o presidente do Banco Mundial, Robert Zoelick.

Braga recebeu o convite depois de se encontrar com Clinton no início do ano, durante evento promovido pela Associação Brasil-Estados Unidos, comandada pelo empresário brasileiro Mario Garnero. Na época, o ex-presidente ficou impressionado com a palestra do governador amazonense e aventou a possibilidade de vir ao Amazonas, o que deve acontecer até o final do ano.
A agenda de Eduardo Braga Braga prevê ainda encontros reservados com ambientalistas e empresários americanos, na busca de atrair investimentos para o Estado do Amazonas.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email