Previdência pede ajuda da PF para investigação

O Ministério da Previdência Social pediu ajuda da Polícia Federal na investigação sobre fraudes nos empréstimos consignados a aposentados que supostamente estariam sendo praticadas nas dependências do PrevFone (central de atendimento telefônico da Previdência) em Brasília.
Segundo nota divulgada ontem, o ministério já vinha apurando os indícios de fraude. No início do mês, a Previdência Social encaminhou ao Ministério da Justiça, ao Ministério Público Federal e à CGU (Controladoria Geral da União) detalhes da investigação, que foi iniciada em março, e solicitou providências.

Desde o ano passado, a Previdência Social tem tentado criar um controle maior sobre o trabalho dos operadores, que são contratados por prestadoras de serviço.
Nos contratos, estão previstas cláusulas de confidencialidade e restrições para uso de informações, além de sanções penais e administrativas. Além disso, todas as conversas devem ser gravadas, assim como as telas do computador que o operador acessar. Isso permite o rastreamento das operações realizadas. A senha de acesso do operador é de uso restrito, pessoal e intransferível.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email