Prefeitura de Manaus inaugura a primeira Universidade Corporativa Municipal

O prefeito Amazonino Mendes e a diretora-presidente da FESPM (Fundação Escola de Serviço Público Municipal), Ângela Bulbol, inauguraram ontem, 6, a UCM (Universidade Corporativa Municipal), primeira instituição pública de ensino superior destinada à qualificação profissional do servidor municipal, na região Norte. Na mesma solenidade, a FESPM também inaugurou a Sala de Tecnologia de Ensino à Distância (EAD), que vai proporcionar ao servidor a oferta de cursos em diversas áreas e com especialistas de universidades e instituições de referência no país. A programação do evento incluiu, ainda, o lançamento do catálogo de cursos que serão disponibilizados ao servidor municipal pela Prefeitura, em 2011.
Idealizador da criação da UCM, o prefeito Amazonino Mendes ministrou a aula magna inaugural da universidade para os 100 alunos aprovados em vestibular realizado pela Prefeitura, para o curso de graduação em Administração Pública, com ênfase na Gestão Municipal. Participaram da inauguração, compondo a mesa, os secretários municipais de Saúde, Francisco Deodato, e de Educação, Mauro Lippi, além do deputado estadual Sidney Leite (DEM), como presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa, e da reitora da Ufam (Universidade Federal do Amazonas), Márcia Perales. Amazonino ressaltou que “Manaus é capital de si mesma”. O prefeito renovou o comprometimento de sua gestão com a qualificação do servidor municipal. “Daremos, como sempre demos, toda a atenção e apoio às ações voltadas para a profissionalização, com a urgência que o tema exige”, salientou.
O funcionamento da UCM, na avaliação da diretora-presidente da FESPM, é um marco para a administração pública e um importante componente do arco de possibilidades de capacitação e de crescimento profissional que está sendo oferecido pela primeira vez ao servidor municipal. “Este foi um desafio que o prefeito nos colocou: proporcionar a capacitação dos servidores de uma forma que esse conhecimento fosse agregado à carreira profissional, possibilitando o crescimento no mercado de trabalho”, afirmou Ângela Bulbol. O Catálogo de Cursos de 2011, que também foi lançado nesta quarta-feira pela FESPM, prevê a realização de 95 ações de qualificação profissional, com a expectativa de capacitar 6.650 servidores, 600 a mais que em 2010. “Neste ano, além dos cursos regulares de formação continuada, vamos promover vários aperfeiçoamentos”, adianta Ângela.
Entre as áreas de trabalho prioritárias estarão os cursos que visam a organização dos sistemas e ferramentas na área administrativa e financeira.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email