Otimismo do consumidor prossegue em nível elevado, aponta estudo da CNI

Os consumidores brasileiros estão otimistas em relação à queda da inflação, à expansão da renda pessoal, à melhoria da situação financeira e à redução do endividamento, aponta pesquisa divulgada ontem pela CNI (Confederação Nacional da Indústria).
O Inec (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor) subiu 4,1% em junho na comparação com o mesmo mês do ano passado e ficou estável em relação ao mês anterior (0,1%). O indicador também está 5,6% acima da média histórica registrada.
De acordo com a CNI, a expectativa sobre a queda da inflação foi o indicador que teve o maior aumento em junho na comparação com maio de 2010, com variação positiva de 1,7%.
A pesquisa também aponta que os consumidores dizem estar menos endividados e em melhor situação financeira.
“O índice de situação financeira cresceu 6,8% e o de endividamento aumentou 4,9% no período. O indicador de renda pessoal teve elevação de 0,7% de maio para junho”, mostra o levantamento.
No entanto, os entrevistados se mostraram menos otimistas em relação ao emprego. “O índice de expectativa de desemprego teve redução de 3% em junho na comparação com maio, o que mostra o aumento do pessimismo do consumidor em relação à oferta de trabalho”, assinala o estudo da CNI. Apesar disso, a expectativa em relação ao emprego está 7,2% acima da apresentada em junho de 2009.

Bens duráveis

Também teve queda o indicador de compras de bens duráveis. “Após ter se mantido estável por dois meses consecutivos, o índice caiu 0,8% em junho na comparação com maio. Mas continua 2,7% acima do registrado em junho de 2009”, informa a pesquisa da entidade.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email