A todo momento a língua portuguesa nos desafia com suas particularidades, com seus detalhes, seus pormenores,  despertando nossa curiosidade linguística e nos impulsionando a adentrar nesse universo que só um idioma complexo e encantador pode oferecer.

XARADA X CHARADA

À primeira vista enxerga-se apenas uma forma acertada, mas, notem, os dois substantivos são dicionarizados, sendo que cada um tem sua definição.  “Xarada. s. f. Cronol. Uma das estações do ano do calendário hindu”.  E quanto ao outro? “Charada. s. f. 1. enigma em que se deve adivinhar uma palavra de várias sílabas decomposta em partes correspondentes a uma palavra definida ou a uma figura, uma ação teatral etc. 2. Por extensão. Linguagem pouco inteligível, enigmática, obscura.

TUDO BEM X TUDO BOM

Podemos utilizar as expressões “tudo bem” ou “tudo bom”, pois elas existem na língua portuguesa e estão corretas, sendo muito utilizadas pelos falantes no dia a dia. Na expressão “tudo bem” estão implícitos os verbos “ir ou estar”, isto é, “tudo vai bem” ou “tudo está bem”. Sendo “bem” um advérbio, refere-se ao modo como as coisas estão ou ao modo como a pessoa está se sentindo, “como vai a vida”. Na expressão “tudo bom” apenas se encontra implícito o verbo “estar”, isto é, “tudo está bom”. Sendo “bom” um adjetivo, refere-se à qualidade da situação, das coisas, da vida. 

FIM DE SEMANA X FINAL DE SEMANA

Em termos semânticos, “fim de semana” é uma expressão consagrada para indicar o período de tempo que se inicia na noite da sexta-feira e se encerra na noite de domingo ou manhã de segunda-feira. Por outro lado, “final de semana” tem apenas um sentido próprio de última parte de algo, ideia essa presente em diversas expressões: “final de dia”, “final de século”. E, por não ser uma expressão consagrada como tal, nem formar um rodeio de palavras específico, o “final de semana” só pode ser entendido até a última hora do sábado, já que domingo é o primeiro dia da nova semana.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email