O informante do presidente

Desde a noite de sexta-feira, quando o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu uma entrevista afirmando que tinha a própria rede de informantes e inclui “um policial civil de Manaus” entre eles, começou todo tipo de especulação sobre quem seria o informante. A coluna conversou com vários delegados, agentes e escrivães e chegou à conclusão de que não se trata de uma pessoa apenas, mas um grupo de bolsonaristas muito próximo do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, que é a pessoa mais chegada ao presidente no Estado. Aliás, praticamente ninguém hoje no Estado consegue fazer pontes com Bolsonaro sem a “benção” de Menezes. Ele já atuou até mesmo como intermediário entre o chefe da Nação e o governador Wilson Lima (PSC). A maior parte das informações que sai do Amazonas em direção ao Palácio do Planalto, senão todas, têm a chancela do amigo amazonense.

Recurso

O deputado estadual Francisco Gomes (PSC) entrou com recurso junto ao Tribunal de Justiça do Amazonas para adiar o julgamento previsto para hoje da liminar que suspendeu o trâmite do processo de impeachment do governador Wilson Lima e do vice-governador Carlos Almeida Filho. Gomes alega no pedido que a Procuradoria Geral do Estado não foi citada a tempo para tomar ciência das decisões do TJAM.

Solidariedade

O Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Manaus e o Comitê Cidadão têm atuado intensamente para auxiliar pessoas que perderam o emprego ou tiveram a renda de suas famílias reduzidas em decorrência do novo coranavírus, Covid19. As entregas de alimentos e produtos de limpeza, obtidos por meio da campanha ‘Manaus Mais Humana’, já chegaram a 15 bairros da capital.

Transparência

A Controladoria-Geral do Estado desenvolve um plano de ação que visa analisar e atender a critérios de avaliações da transparência pública, que resultaram em rankings nacionais. O trabalho tem o intuito de aprimorar as ferramentas de apresentação das informações públicas sobre os recursos destinados ao combate à Covid-19, por meio do Portal da Transparência do Amazonas.

Boa notícia

Manaus teve uma queda histórica no número homicídios dolosos para um único mês, em abril deste ano, conforme os dados mais recentes do Sistema Integrado de Segurança Pública. No mês passado, foram 35 homicídios, a menor quantidade em mais de uma década, considerando os registros de janeiro de 2008 a abril de 2020. Esta foi a terceira queda consecutiva nos dados de homicídios dolosos na capital amazonense neste ano, e uma redução quase pela metade (46%) em relação a abril de 2019, quando foram registrados 65 crimes deste tipo.

Reordenamento

Para manter a oferta de serviços públicos durante a pandemia de Covid-19, a Processamento de Dados do Amazonas fez o reordenamento e ampliação da infraestrutura de telecomunicação pública em Manaus. A ação possibilitou que serviços essenciais relacionados a áreas como saúde, trânsito, educação e segurança fossem mantidos mesmo na quarentena.

Levantamento

O Governo do Amazonas já implantou 144 medidas de enfrentamento da pandemia provocada pelo novo coronavírus. O levantamento é do Conselho Nacional de Secretários de Administração e elenca ações para desaceleração da transmissão, atendimento em saúde, como ampliação da infraestrutura hospitalar, ajuste fiscal, auxílio a famílias e grupos vulneráveis, apoio à atividade econômica e fomento à pesquisa. O levantamento aponta que o Amazonas é o segundo entre os estados da região Norte que mais adotaram ações de enfrentamento da Covid-19, e o sétimo do país.

Prestando contas

A secretária de Saúde, Simone Papaiz, apresentou aos representantes do Ministério Público Federal no Amazonas, Ministério Público do Estado do Amazonas, Ministério Público de Contas do Amazonas e Defensoria Pública do Estado do Amazonas as ações adotadas pela Secretaria de Estado de Saúde para o atendimento de pacientes com Covid-19 no interior do Amazonas. A prestação de contas foi feita durante videoconferência ontem.

Surpresa

O número de propostas submetidas por professores da rede pública do Amazonas ao Programa Ciência na Escola superou as expectativas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas. Houve um aumento de 22% em relação à edição de 2019, tornando-se recorde se comparado também com edições anteriores.

Frases

“Percebi que a pauta do combate à corrupção não avançaria mais.” Sérgio Moro, ex-ministro da Justiça, em entrevista justificando sua saída do Governo

“Não recebi pressão de ninguém (para assinar o protocolo da cloroquina)”. Nelson Teich, ex-ministro da Saúde, na primeira entrevista após sair do Governo

Fonte: Redação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email