Nicolau afirma que Eduardo Braga usou direito democrático

O vice-líder do governo na Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Nicolau (PR), defendeu o direito de qualquer cidadão de poder se defender utilizando o direito de resposta, que lhe é facultado por lei, quando achar que teve a sua imagem denegrida. “Isto é democracia, e ela tem que ser exercida em sua plenitude”, afirmou.
De acordo com o parlamentar, quando ouve as pessoas criticarem o governador Eduardo Braga (PMDB), que utilizou a TV Cultura para se defender de um determinado comentário sobre seu governo e todos vão contra, fica sem entender, pois a democracia é poder escutar os dois lados, é dar oportunidade ao contraditório haja vista que a democracia não é só ouvir um lado, uma tendência.
Para Ricardo Nicolau, o governador exerceu, num ato democrático, o direito que qualquer cidadão possui – que se ali fosse feita uma afirmação que ele se sentisse ofendido -, de pedir direito de resposta.
Para Nicolau, quanto ao uso eleitoral existem questões equivocadas, porque no decorrer da entrevista os próprios jornalistas induzem ao entrevistado a entrar numa questão eleitoral e o governador Eduardo Braga, com muita clareza, quando foi feita a pergunta nesse sentido, disse que não estava ali para tratar de questões eleitorais, mesmo com a insistência dos jornalistas. “O governador foi claro ao afirmar que o povo sabia de seu posicionamento político, mas que ele não poderia falar na televisão o que ele sentia e declarar o candidato que apóia, em respeito à legislação eleitoral e à própria televisão que lhe concedeu o direito de resposta para esclarecer as questões feitas em relação a seu governo”, disse.
“Ele deu sua opinião, como governador do Estado, sobre os problemas que a cidade enfrenta. Falou de como era a cidade e o Estado quando ele assumiu e como é hoje”, afirmou.
Para Nicolau, faz parte da estratégia eleitoral fazer com que um ato seja propagado várias vezes para que possa ocorrer um forte desgaste do candidato apoiado pelo governador. Essa estratégia ocorre contra o governador, porque ele possui a maior aprovação histórica de todos os governos e isso está provado em pesquisas, principalmente no grau de transferência de votos pelo governador, fruto do trabalho que é executado na cidade de Manaus, do Prosamim, das 30 mil casas que serão entregues, da recuperação de bairros que não era de sua responsabilidade, mas que através da Região Metropolitana fez-se a maior recuperação vista nos últimos anos. Um trabalho que fez com que a economia do Estado tenha triplicado nos últimos seis anos.

Alto Solimões

Nicolau aproveitou o momento para falar ainda, das obras que estão sendo realizadas no alto Solimões. Alguns parlamentares da oposição afirmaram que iriam ao local para ver e fiscalizá-las, mas até o momento nenhum se fez presente ou fez convite para que ele (Nicolau) fosse com eles àquela região. Ele disse que as obras estão sendo realizadas a todo vapor, todas dentro do padrão que têm de ser feitas. “É muito fácil falar sem ver, mas na hora de comprovar ninguém aparece”, criticou.
Ricardo afirmou que esteve em visita a dois hospitais públicos no Estado. No João Lúcio, na zona Leste de Manaus, conheceu as obras da UTI que está dentro de todos os padrões que requer a resolução 50 da Anvisa e os protocolos que são exigidos. Observou que o número de leitos não é suficiente, porque tanto o João Lúcio quando o 28 de Agosto recebem uma demanda muito grande de algo que não deveria ir para o pronto-socorro, porque o atendimento básico à saúde é extremamente deficitário.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email