Natal reforça expectativa positiva dos supermercados

Os supermercados sofreram menor impacto em relação às vendas durante a pandemia.  O setor vem apresentando mês a mês bom desempenho. E segundo projeções, o Natal e Réveillon devem movimentar as vendas de fim de ano. O setor de supermercados do Amazonas prevê um crescimento de até 3% nas vendas para as festas de fim de ano em relação a 2019. 

De acordo com o vice-presidente da Amase (Associação Amazonense dos Supermercados), Ralph Assayag, a estimativa do setor está ligada ao pagamento do salário do funcionário público no mês de dezembro. “Ano passado nós não tivemos o pagamento do salário do servidor e esse ano nós vamos ter isso é uma grande diferença no faturamento das lojas”. Um outro motivador para alavancar as vendas é a abertura de novas lojas supermercadistas  para o final do ano. 

Embora não tenha uma estimativa oficial sobre o volume de vendas nas festas de fim de ano para o setor em 2020, a Abras ((Associação Brasileira de Supermercados) afirma que o Natal e Réveillon já são tradicionais para o setor por serem as datas de maior venda durante o ano. Na Pesquisa Natal 2019 apurou que os supermercados recebem um maior número de clientes. O setor fechou 2019 com crescimento de 3,62%. No levantamento do ano passado, a Abras projetava alta de 3,90% nas vendas para 2020, percentual  que deve sofrer alterações em função da Covid-19.

Todas as perspectivas do setor para época anima as redes varejistas na capital. O proprietário de um hipermercado na zona Leste, Bosco Queiroz, diz que alguns aspectos podem ser favoráveis para o setor, principalmente em ano de pandemia. “O fator sentimental vai ser muito importante. Mesmo passando por um período de incertezas, o consumidor está muito tempo recluso o que deve levar muitas famílias valorizarem o encontro de fim de ano”.

Outra tendência que deve movimentar o setor é a antecipação nas compras. Ele entende que as pessoas não deixarão para última hora. “Mesmo porque precisam evitar a aglomeração”. Segundo o empresário, o volume nas vendas deve chegar em 15%, números acima do ano passado. “A demanda por itens da cesta natalina está bem significativo”.

Outros fatores

O Grupo DB, por exemplo, estima incremento de 20% nas compras. Mesmo diante do cenário desafiador em ano de pandemia, a empresa acredita vários fatores podem contribuir para esse aumento. 

Apesar de toda a instabilidade ocasionada pela pandemia, a administração da rede de Supermercados DB mantém-se otimista para as vendas do final de ano e tem a expectativa de um aumento de 20% em relação ao ano passado. 

Alguns fatores podem contribuir para esse crescimento, como a inauguração de novas lojas, ampliação do mix de serviços e de produtos, aumento nos quantidade de postos de trabalhos e também o comportamento da população, que devido o vírus tende a ficar mais em casa para as comemorações de final de ano. 

Outro ponto que pode contribuir para esse aumento é o fato de o consumidor estar preferindo usar sua renda para a compra de itens básicos de necessidade e deixando para outro momento a compra de produtos considerados supérfluos. 

Segundo a diretora de Recursos Humanos do Grupo DB, Elane Medeiros, os investimentos estão sendo feitos ao longo de todo ano e o reflexo disso será mais oferta de produtos aos clientes. “Estamos encarando esse desafio com otimismo e muito trabalho. Ao longo do ano, criamos uma série de ações para dar mais possibilidades de compras aos clientes e não será diferente no fim do ano”. 

Elane orienta os consumidores a anteciparam as compras, pois assim haverá menos chances de aglomerações, visto que essa é a data com maior fluxo de clientes em todos os horários. 

“Já estamos dentro de todas as conformidades das orientações das autoridades de saúde para garantirmos a segurança de quem for às lojas DB. Ainda assim, iremos criar novas medidas para que possamos resguardar ainda mais a integridade de todos” explicou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email