13 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Morte de Kadafi pode ajudar na recuperação do setor de petróleo

Temia-se que - com Kadafi à solta- seus seguidores promovessem uma campanha de insurgência tendo como alvo a infraestrutura petrolífera

A morte de Muamar Kadafi tira do cenário uma importante incerteza em torno do setor petrolífero da Líbia e aumenta a esperança em que o país retorne rapidamente aos níveis de produção anteriores à guerra depois de meses de interrupção, afirmam analistas e executivos do setor de petróleo
Temia-se que – com Kadafi à solta, mesmo fora do poder – seus seguidores promovessem uma campanha de insurgência tendo como alvo a infraestrutura petrolífera, o que teria potencial para retardar o retorno à normalidade, disse Mike Wittner, analista de commodities do Société Générale. “A esperança é que os seguidores de Kadafi agora deponham as armas, a situação da segurança melhore e os campos de petróleo logo voltem a produzir”, manifestou.
David Fyfe, administrador de mercado de petróleo da AIE (Agência Internacional de Energia), ponderou que a restauração mais rápida da produção de petróleo da Líbia depende de a morte de Kadafi conduzir a um ambiente político mais estável e a uma situação mais segura.
“Ainda existem diversos obstáculos logísticos, operacionais e relacionados à segurança. Por esses motivos, não alteraremos por enquanto nossas avaliações sobre a recuperação da produção líbia”, disse Fyfe. A AIE projeta que a produção de petróleo da Líbia encerrará o ano em 600.000 barris por dia e chegue a 1,4 milhão de barris por dia no fim de 2012.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email