Melhorias em aeroportos devem custar R$ 5,4 bilhões

O diretor de engenharia da Infraero, Jaime Parreira, disse que do total de investimentos previstos, 61% serão realizados pela própria empresa e os 41% pela União, com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

As melhorias previstas nos 16 aeroportos brasileiros vinculados às 12 cidades que vão sediar a Copa do Mundo vão absorver investimentos de R$ 5,4 bilhões até 2014, incluindo obras de infraestrutura e instalações de módulos temporários para aumentar a capacidade de trânsito de passageiros. O diretor de engenharia da Infraero, Jaime Parreira, disse que do total de investimentos previstos, 61% serão realizados pela própria empresa e os 41% pela União, com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).
Parreira explicou que os módulos que serão construídos em aeroportos como o de Guarulhos consistem em estruturas pré-fabricadas nos moldes da instalada no aeroporto de Florianópolis (SC). A vantagem desse tipo de construção, segundo ele, é a rapidez do empreendimento e o preço mais baixo. A estimativa é que esse tipo de módulo, que pode consistir apenas em sala de espera de passageiros, mas também em terminais com check in, café e restaurantes tenha custo de R$ 2.500 por metro quadrado, enquanto uma infraestrutura definitiva tem custo de R$ 6.000 a R$ 7.000 por metro quadrado.

Obras definitivas

No que diz respeito especificamente a Guarulhos, Parreira disse que 50% das obras definitivas do Terminal 3 deverão ser entregues até 2013 e, até 2014, serão concluídos três módulos no local, que ampliarão a capacidade em 6,5 milhões de passageiros ao ano. Esses módulos terão investimentos totais de R$ 68 milhões. A durabilidade dessas estruturas é de 10 a 15 anos e, de acordo com o executivo, elas podem ser deslocadas para outros aeroportos, se necessário.
Segundo ele, a construção das obras definitivas e dos módulos nos aeroportos das cidades-sede da Copa visam não apenas a realização do evento esportivo, mas também o crescente aumento da demanda no setor aéreo do país. Parreira participou da Cúpula União Europeia – América Latina de Aviação Civil, no Rio.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email