27 de junho de 2022

Mais ocupações no setor hoteleiro, aponta dados do Ministério do Turismo

https://www.jcam.com.br/Upload/images/Noticias/2020/1%20SEM/02%20Fevereiro/12/1702_A5bb.jpg
Cerca de 30% dos empresários afirmaram terem empregado mais funcionários em 2019

O segmento de hospedagens encerrou 2019 com números favoráveis em comparação ao ano anterior. A região Norte está entre as regiões que mais cresceu em relação ao número de hospedagens. Os dados fazem parte da pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo, considerando a percepção dos empresários do setor do país quanto ao desempenho e à perspectiva de seus estabelecimentos e de seus destinos.

Sobre o desempenho dos meios de hospedagem no terceiro trimestre de 2019, quase 30% dos empresários afirmaram terem empregado mais funcionários este ano, enquanto 50,6% identificaram crescimento no faturamento da empresa e 55% afirmaram que a demanda pelos serviços ofertados cresceu.

Outro dado relevante aponta que 36,3% dos donos dos meios de hospedagem entrevistados alegaram crescimento na rentabilidade do setor de turismo no período de julho a setembro de 2019; 43,8% declararam aumento da demanda pelo destino e 45,7% afirmaram que os visitantes gastaram mais durante a viagem.

Em relação a expansão e novos investimentos, o  estudo revela ainda que 85,7% dos entrevistados pretendem investir em seu negócio até março de 2020 e 15,5% esperam contratar mais funcionários. Além disso, 52,4% acreditam que a demanda pelos serviços ofertados irá aumentar e 54,7% projetam aumento no faturamento da empresa. Os empresários também se mostraram positivos em relação à expansão do turismo na região para os próximos seis meses: 42% acreditam que haverá aumento na rentabilidade do setor e 48% esperam crescimento na demanda pelo destino.

O presidente da ABIH-AM (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Amazonas), confirma que houve um crescimento de mão de obra na área de serviço impulsionado pelo Natal.  Também salienta que o reaquecimento no setor este ano deve ser ser estimulado pela abertura de novas redes hoteleiras, além da reabertura do Tropical Hotel que vai voltar a operar. “Isso é muito bom porque  vai retomar emprego, renda, além de dar oportunidade para pessoas que estão fora do mercado”.

A notícia trouxe ânimo para o setor. Bulbol, emenda enfatizando que o Tropical Hotel é um ícone da hotelaria nacional e para o Amazonas é muito importante está funcionando porque possui um número muito grande de apartamentos e voltando a funcionar vai dar um leque muito grande para captação de eventos como congressos. Ele também aproveita para destacar que tem uma rede hoteleira que está fechando parceria e pretende operar no estado. 

Os dados do MTur, reacende a confiança dos representantes do setor no Amazonas, que nos últimos anos, sofreu revés com fechamento de hotéis de grandes referências na capital. O presidente da ABIH-AM não consegue mensurar em números quanto a hotelaria no Amazonas perdeu com o encerramento das atividades, mas lembra que em quatro anos, a crise atingiu,  inclusive, os hotéis de pequeno porte. “Foram mais de mil e quinhentas unidades fechadas. Mas essa crise hoteleira não está limitada apenas em Manaus. O reflexo da crise atinge vários estados”, detalhou. 

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, diz que os dados da Sondagem mostram os resultados alcançados após um ano de trabalho para o desenvolvimento do turismo. 

“O otimismo dos empresários é reflexo de uma série de ações feitas por este governo que proporcionaram um ambiente propício para investimento. Trabalhamos durante todos estes meses para melhorar a qualidade dos destinos e serviços turísticos a fim de atender aos turistas e a população. Tenho certeza de que a temporada de verão será um sucesso", comemorou o ministro.

O presidente do SindHotel-AM (Sindicato dos Empregados do Comércio Hoteleiro do Estado do Amazonas), Gerson Almeida, garante que o setor ganhou fôlego entre o segundo semestre do ano passado até o mês de dezembro. E este ano, segue com uma expectativa de ocupação. Mas observa que o desempenho é muito superficial. 

No entendimento dele o setor em Manaus não absorve esses resultados como algo consolidado. “Não temos políticas de estado que deem mais impulso e uma garantia no mercado que na região em especial em Manaus possui grande potencial”.

Ele também comemora a previsão de abertura do Tropical Hotel, pois se trata de uma fatia muito boa do mercado tanto na questão da empregabilidade quanto, em credibilidade, pois representa um patrimônio da região “considerando a estrutura que o hotel possui para grandes eventos então isso vai ser muito positivo e a questão do retorno das operações do local isso dá um gás a mais no movimento do turismo porque o hotel ele é referência e com isso os demais hotéis ganham os hóspedes também”, disse Almeida, destacando que ao menos 350 ex-funcionários devam ser contratados para trabalhar no complexo. “Ele é o carro chefe da rede hoteleira aqui no estado do Amazonas”. 

Outros dados

De acordo com o Informativo Mensal do FOHB (InFOHB) – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), os dados de desempenho de outubro de 2019, em comparação ao mesmo mês de 2018, mostram acréscimos consideráveis nos três indicadores analisados: 8,9% na taxa de ocupação; 8,1% na diária média e 17,7% no RevPAR (indicador que mostra a receita média obtida por cada quarto disponível). Os dados foram divulgados no Conamore Blog de Hotelaria. 

Na análise das regiões do Brasil, o informativo mensal mostrou que a taxa de ocupação teve alta em todas elas, e o Norte do País ficou ficou na frente com 19,4%; seguido do Centro Oeste 7,7% e Nordeste 7,5%. Na diária média, aumento também em todas as localidades entre 10,2% no Centro-Oeste e 3,5% no Nordeste. 

O levantamento realizado pelo Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) contou com amostra de 505 hotéis de redes associadas. Os empreendimentos são responsáveis pela oferta de 79.305 unidades habitacionais (UHs) do País. 

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email