Ipaam prorroga prazo para as empresas

A comissão criada pela Aficam (Associação das Indústrias e Empresas de Serviços do Pólo Industrial do Amazonas), formada por representantes das indústrias do PIM (Pólo Industrial de Manaus), após reunião com a direção do Ipaam, saiu aliviada com a prorrogação por mais 60 dias para pagamento da taxa anual pela empresas, que em alguns casos foi majorada em até 500%.
Aos empresários, o novo presidente do Ipaam (Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas), Néliton Marques da Silva, disse desconhecer os critérios utilizados para a cobrança da taxa pela direção anterior. No final da reunião ficou acordado que as empresas que estavam com a taxa vencendo têm 60 para pagar.
O presidente da Aficam Antônio Carlos Lima, disse que se não houver um acordo com relação a esses valores, muitas empresas vão pensar duas vezes em permanecer no pólo. Em algumas indústrias, a taxa de licença anual foi majorada de R$ 7,5 mil para R$ 40 mil
Lima destacou grandes avanços na reunião, considerando que aproximadamente dez empresas, que tiveram a taxa majorada, estavam com a data de pagamento vencida, o que causava certa insegurança ao empresário.
O diretor-executivo da Moto Honda da Amazônia Hiroshi Myazono, que faz parte da comissão, lembrou que o maior avanço conquistado nessa na administração do Ipaam foi a reabertura do dialogo com o órgão “A prorrogação por mais dois meses para a renovação da taxa de licença anual alivia a tensão das empresas, no entanto, se faz necessário uma definição que vá de encontro aos anseios dos empresários”, comentou.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email