Instituto se instala no PIM e vai criar soluções para TVdigital

O instituto alemão Fraunhofer-IZM, considerado o maior em pesquisa de alta tecnologia da Europa, está iniciando nesta semana as atividades de seu escritório no pólo industrial da ZFM (Zona Franca de Manaus). A unidade, a terceira fora da Alemanha, está sediada no CBA (Centro de Biotecnologia da Amazônia) e é resultado do memorando de entendimento firmado com a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) em 30 de novembro do ano passado.
Na última terça-feira, o representante do centro de pesquisa, o professor doutor Thomas Gessner, e a superintendente da autarquia, Flávia Skrobot Barbosa Grosso, assinaram acordo de cooperação técnica que define o foco de atuação do escritório e critérios de funcionamento.
“Temos nos empenhado nos últimos anos para fortalecer o modelo Zona Franca e a parceria com um instituto como o Frauhofer é fundamental para a geração de tecnologia, de novos produtos não só no pólo industrial, mas também para todo o país”, avaliou Flávia Grosso.
Conforme o documento, subordinado a leis internacionais, diz em sua subcláusula única, da cláusula primeira –do objeto, que as atividades do escritório abrangem a “aquisição de projetos de pesquisa e desenvolvimento com a indústria local nas áreas de sistemas microeletromecânicos, nanoeletromecânicos e micro-optoeletromecânicos, para a fabricação de sensores e encapsulamento, equipamento de medição ambiental e microtecnologias ambientais compatíveis”.
A cláusula quarta do acordo – das atividades do escritório em Manaus, explica que o escritório passará por três estágios, podendo chegar ao status de centro de aplicação do instituto Fraunhofer. “Gostaríamos de dizer que o apoio do governo foi fundamental para a nossa decisão de abrir este escritório”, destaca Thomas Gessner. Os outros dois escritórios do instituto fora da Alemanha são os do Japão e do Vale do Silício (EUA). O de Manaus seria o último fora do país de origem, explica o relações institucionais para assuntos tecnológicos da Suframa, Hernan Valenzuela.

Perfil da entidade

O Instituto Fraunhofer conta com 12,6 mil cientistas e uma produção que impressiona: média de duas patentes por dia. Foi o criador de softwares (programas) mundialmente conhecidos, como o MPEG e MP3. Em 2006 contou com orçamento de um bilhão de euros.
No Pólo Industrial de Manaus, atuará no desenvolvimento de soluções, por exemplo, para a produção da TV digital, podendo formalizar parcerias com as instituições de ciência e tecnologia locais. Além disso faz parte da meta do escritório local trabalhar com outros segmentos da indústria nacional.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email