Índice de construção fecha em 0,64%

A inflação medida pelo Sinapi (Índice Nacional da Construção Civil) fechou abril em 0,64% e ficou 0,33 ponto percentual acima da taxa de março (0,31%). Os dados foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em relação a abril de 2011 (0,48%), a taxa ficou 0,16 ponto percentual maior.
Nos quatro primeiros meses do ano, o índice ficou em 1,87%, frente a 1,67% do mesmo período de 2011. O resultado dos últimos doze meses ficou em 5,86%, abaixo dos 7% registrados nos doze meses imediatamente anteriores.
O custo nacional da construção por metro quadrado, passou de R$ 819,53, em março, para R$ 824,81, em abril, sendo R$ 446,25 relativos aos materiais e R$ 378,56 à mão de obra.
O índice da parcela dos materiais variou -0,04%, caindo 0,10 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,06%), enquanto a mão de obra, com variação de 1,46%, aumentou 0,83 ponto percentual em relação a março (0,63%).
A região Sudeste registrou a maior variação mensal, com alta de 0,92%. O Nordeste registrou inflação de 0,79%, seguido do Sul (0,27%), Norte (0,09%) e Centro-Oeste (0,06%). Os custos regionais, por metro quadrado, foram: R$ 863,23 (Sudeste); R$ 834,27 (Norte); R$ 819,23 (Centro-Oeste); R$ 814,76 (Sul) e R$ 781,43 (Nordeste).
Ainda segundo o IBGE, o Rio de Janeiro registrou a maior taxa mensal, 4,33%, pressionado pelo reajuste salarial decorrente de acordo coletivo.
O Sinapi (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil) é calculado mensalmente pelo IBGE por meio de convênio com a Caixa Econômica Federal.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email