12 de maio de 2021

A Honda apresenta a nova CB 350 RS, inspirado na arrojada CB 350 H´Ness lançada em setembro do ano passado no mercado indiano para rivalizar com modelos da Royal Enfield. A novidade chega com motor de apenas um cilindro, de 348 cc de cilindrada, que gera 20 cv de potência e visual exclusivo, com lanterna traseira de LED posicionada abaixo do banco, que foi redesenhado.

Ainda entre os detalhes da Honda CB 350 RS que chamam atenção estão os pneus de uso misto. Interessante é que o traseiro é um pouco mais largo que o da frente (150/70). Na lista de novidades ainda destacam-se itens como o paralama alongado e escape elevado e a chapa que protege o cárter do motor.

Na lista de equipamentos, a moto ainda vem com o seletor de torque Honda Selectable Torque Control (HSTC), embreagem assistida e deslizante no câmbio de 5 velocidades, freios ABS de dois canais, iluminação em LED e painel analógico com informações digitais.

Conforme as informações da Honda, o novo modelo tem altura livre do solo de 168mm, peso em ordem de marcha de 179 kg, altura do assento de 800mm e capacidade do tanque de combustível de 15 litros.

A Honda CB 350 RS será vendida com duas opções de cores: vermelha e na combinação de amarelo com preto metálico, ressaltando o caráter esportivo da motocicleta. Mas trata-se de um modelo feito para atender o mercado asiático. Não há previsão de lançá-la no Brasil.

VW up! sairá de linha

Montadora não confirma, mas há  indícios de fim da linha
Foto: Divulgação

O Volkswagen up! está com os dias contados, segundo se especula no mundo das montadoras. Segundo os sites especializados em automóveis, uma teleconferência feita pela montadora com a rede de concessionárias revelou a informação.

Fora anunciado que o subcompacto da marca alemã sairá de cena e os pedidos derradeiros poderão ser feitos até abril ou maio. A partir daí, o up! deve ter seu último estoque na rede VW e então sairá de cena. Não se sabe quantos pedidos a rede fará, mas depois que um produto tem seus pedidos encerrados, dependendo do modelo, a quantidade pode durar meses. Nesse período, a produção se encerra, mas o carro continua ativo no site da marca até não haver mais unidades nas lojas. Aí, definitivamente ele sai de cena no mercado nacional. Isto já acontece com alguns modelos no Brasil, além do trio da Ford.

A reportagem consultou a montadora para saber o posicionamento, mas a mesma informou que ele continua em produção. De qualquer forma, mesmo sendo resposicionado, o up! já dá indício de que se despedirá do mercado. Com apenas uma versão, equipada com o ótimo 1.0 TSI de até 128 cavalos, o subcompacto custa hoje R$ 60.090 na versão Xtreme, a última do modelo. Ele já teve motor 1.0 MPI e até câmbio automatizado. 

Bem mais sofisticado que o vetusto Gol, o up! nos surpreendeu ainda nas prévias, com 75% de aço de alta resistência (na época, o Audi A3 Sedan tinha 64%), escape de aço inox, cabine com 5 estrelas no NCAP, apenas motor de três cilindros e uma plataforma inteiramente nova. Isso que nem havia chegado o “foguetinho” de 132 cavalos, quer dizer, 105 cavalos.

Chegada do Nissan X-Trail ao Brasil depende de queda do dólar

Marca confirma interesse de lançar rival do Compass
Foto: Divulgação

Conforme apurado pela reportagem do iG Carros, o lançamento de novos modelos da Nissan no Brasil dependerá de condições favoráveis do dólar. Atualmente, a moeda americana que precifica veículos importados está sendo negociada a R$ 5,38, valor considerado alto pela indústria.

A Nissan tem planos de lançar o SUV médio X-Trail no Brasil para disputar uma fatia do mercado dominado pelo Jeep Compass . O segmento cresceu nos últimos anos após a chegada de VW Tiguan Allspace , Chery Tiggo 5X e Chevrolet Equinox , mas o utilitário da marca japonesa feito no Tennessee (EUA) dependerá do dólar na faixa de R$ 3,80 para ter valor competitivo.

Este não é o caso do Novo Versa , que é feito em Aguascalientes (México) e tem benefício do acordo de livre comércio automotivo entre os países. Apesar de também ter seu valor tabelado em dólar, o sedã compacto está isento de impostos de importação.

O lançamento de novos veículos da Nissan no Brasil dependerá exclusivamente de condições cambiais.

Foto/Destaque: Divulgação

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email