Habib’s adere a cartão e prevê 5% de aumento

A partir desse mês, o Habib’s passa a aceitar o cartão de crédito como forma de pagamento em toda a sua Rede. A iniciativa vem atender a um desejo crescente dos clientes e, também, agregar ao negócio os benefícios advindos do cartão, tais como segurança, agilidade, aumento do fluxo de clientes, crescimento do ticket médio e, consequentemente, de vendas.

Apenas no primeiro mês, a adesão deve gerar aumento de até 5% nas transações comerciais realizadas no canal salão. Para o delivery, por exemplo, esse crescimento pode chegar a 40%, considerando-se a entrada tanto do crédito quanto do débito, modalidade que até então também não existia nas entregas em domicílio.

“A popularidade e o uso do cartão cresceram muito no Brasil nos últimos anos devido ao aumento da bancarização e acesso ao crédito. Conseguimos valores justos de taxas e condições para nossos franqueados aderirem ao sistema, garantindo maior velocidade nos pagamentos nos pontos de vendas, aumento da rentabilidade e maior comodidade e segurança para nossos clientes. Dessa forma, temos uma boa equação para aceitação de cartão de crédito. É um momento correto para a nossa entrada”, comenta Josemir Silva, diretor-financeiro do Habib’s.

Com exceção do delivery, onde a modalidade estará disponível até o início do mês de dezembro, os canais salão, drive-thru, viagem e fast (lojas de shopping), já aceitam, desde o início do mês, as operações em crédito. Praticamente todas as marcas, entre elas a Visa, serão trabalhadas pelo Habib’s. “Os terminais disponíveis em nossa Rede estão aptos a aceitar pagamentos com cartões sem contato e, também, celulares, trazendo uma experiência ainda mais ágil e moderna para nossos consumidores”, explica Silva.

De acordo com dados do Euromonitor (março 2013), o segmento de fast-food ainda tem 47% dos pagamentos realizados em dinheiro. Para Renato Rocha, diretor de negócios da Visa, iniciativas como essa são importantes para a criação da cultura do uso de cartões neste segmento.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email