15 de agosto de 2022
Prancheta 2@3x (1)

Golpes com cartão de crédito: os mais comuns e como evitá-los

As tentativas de golpes virtuais financeiros cresceram 100% em fevereiro
deste ano em relação ao mês anterior no Brasil. Foto: Getty Creative

O número de usuários de cartão de crédito e de pessoas realizando compras online aumentou no último ano. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs), em 2021 a quantia transacionada via cartão foi de R$ 2,65 trilhões, um aumento de 33,1% em relação a 2020. Gastos por meio do cartão de crédito chegaram a R$ 1,6 trilhão, valor 36,6% maior.

As compras online aumentaram cerca de 30% no ano passado, movimentando R$ 569,7 bilhões. As transações via cartão de crédito foram responsáveis por movimentar R$ 550,1 milhões, segundo a Abecs.

Diante desse contexto de aumento no número de usuários realizando compras online com cartão de crédito, muitos criminosos veem uma oportunidade para aplicar golpes. Dados recentes de um levantamento realizado pela empresa de cibersegurança Psafe revelou que as tentativas de golpes virtuais financeiros cresceram 100% em fevereiro em relação ao mês anterior no Brasil. Ao todo, foram registrados mais de um milhão de bloqueios por causa deste tipo de ação criminosa.

Veja a seguir alguns dos principais golpes com cartão de crédito e como evitá-los:

  1. Golpe da troca de cartão
  2. Golpe do cartão de crédito via telefone
  3. Golpe “remoção de anjo”
  4. Compras com cartão de crédito em sites falsos

Golpe da troca de cartão

Essa é uma modalidade de golpe mais comum em comércios informais ou mesmo em movimentações no caixa eletrônico. Como funciona? Os golpistas que trabalham como vendedores, por exemplo, podem a partir de uma distração da vítima, fazer com que a senha seja inserida na maquininha no campo que deveria ser inserido o valor da compra e dessa forma memorizar os números digitados. Depois, na hora da devolução do cartão após a finalização da compra, o trocam por um similar. Isso também pode acontecer com o golpista observando qual senha está sendo digitada.

Para evitar esse tipo de fraude, é importante estar atento quando for digitar a senha e também conferir se o cartão é o original na finalização da compra.

Golpe do cartão de crédito via telefone

Os idosos são as principais vítimas desse tipo de golpe. A fraude é sofisticada e consiste no seguinte mecanismo: os criminosos entram em contato com o usuário como se fossem representantes do setor antifraude do banco e utilizam até software que imitam música de call center. A partir desse contato, informam que o cartão da vítima foi clonado e está sendo usado em transações financeiras de alto valor. Durante o atendimento, induzem a vítima a digitar a senha do cartão no teclado e desse modo conseguem roubar os números.

Em seguida, informam que um motoboy funcionário do banco, utilizando inclusive crachás falsos, irá buscar o cartão em domicílio. Os golpistas informam que é preciso cortar o cartão em duas partes, porém mesmo com o cartão destruído, eles conseguem recuperar o chip e utilizar em novos cartões.

Para evitar esse tipo de golpe, é preciso estar atento quando receber supostas ligações da central de atendimento. Ligue diretamente para a central para verificar a veracidade dos fatos e não disponibilize dados como senha em ligações que foram recebidas.

Golpe “remoção de anjo”

Esta é uma modalidade de golpe que ocorre no campo cibernético. Batizado de “remoção de anjo”, a tática consiste na remoção de notificações de proteção e autenticações enviadas pelos bancos aos clientes.

Para essa fraude, os criminosos precisam obter os dados pessoais da vítima que podem ser obtidos de diferentes formas. Em seguida, o golpista baixa o aplicativo do banco e, se passando pela vítima, pede o cancelamento dos envios de notificações que confirmam compras realizadas, por exemplo, via SMS e pelo próprio app no celular. Desse modo, os criminosos utilizam a função crédito do cartão para diversas compras online e sem esse “anjo” que informa sobre as transações realizadas, o usuário demora mais a perceber que está sendo vítima de um golpe.

Para esse golpe é preciso evitar colocar dados pessoais ou passar informações sobre esses dados em locais que não sejam seguros.

Compras com cartão de crédito em sites falsos

Outro golpe comum no ambiente virtual ocorre quando compras são realizadas em sites falsos. O usuário acredita estar comprando em um site seguro, registra todos os dados do cartão de crédito que depois são roubados pelos criminosos e utilizados em outras transações. Geralmente essa fraude ocorre em sites que vendem produtos com valor muito abaixo do mercado para atrair as vítimas, ou por links suspeitos enviados via aplicativos de mensagens ou e-mail.

Para evitar, é importante não clicar em links enviados por esses canais e sempre verificar o endereço da página no navegador, se tem algum erro de digitação ou se está sem o cadeado que fica ao lado na barra de endereços e garante que o site é seguro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Anúncio

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email