Faturamento bom para 60% dos empresários

Pesquisa da Serasa Experian divulgada ontem mostra que para 60% dos empresários brasileiros o faturamento em 2011 foi melhor que em 2010. Já para 22%, o resultado foi igual e para 18%, inferior. Entre os executivos que responderam à Pesquisa de Expectativa Empresarial que o faturamento aumentou em 2011, a maior parcela veio de grandes empresas (66%), enquanto nas médias o patamar ficou em 63% e nas pequenas, em 59%.
De acordo com a pesquisa, 62% dos empresários do setor de serviços notaram crescimento do faturamento em 2011 em relação ao ano anterior. No comércio, foram 58% e na indústria, 50%. Além disso, a região Norte registrou a maior parcela de empresários que teve seu faturamento em 2011 superior ao de 2010 (74%), seguida por Nordeste (70%), Sudeste (59%), Centro-Oeste (58%) e Sul (49%).
A crise econômica internacional teve impacto no resultado de 2011 para 41% dos entrevistados pela Serasa Experian, sendo que esse abalo foi sentido por 43% dos executivos das grandes companhias, 41% das médias e 40% das pequenas empresas. Segundo o assessor econômico da entidade, Carlos Henrique de Almeida, o empresário espera influência menor da crise neste ano. “Para 2012 os empresários acreditam que haverá impacto, mas em menor nível do que ano passado porque eles estão olhando o mercado interno”, afirmou.
O maior impacto da crise foi sentido na indústria, setor em que 54% dos empresários notaram danos causados pela crise, contra 50% no comércio, 40% nas instituições financeiras e 35% nos serviços. “O desempenho do setor de serviços é decorrente da melhoria da situação do consumidor, que quer acesso à TV a cabo e um serviço melhor de telefonia”, explicou Almeida, para quem o setor de serviços é o que melhor tira proveito do fortalecimento do mercado interno brasileiro.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email