Em Manaus, Lula reafirma interesse por integração

Num encontro realizado, na quinta-feira, com o presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, em Manaus, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, reafirmou compromisso em incluir o seu país no bloco do Mercosul (Mercado Comum do Sul).O encontro entre os dois chefes de governo aconteceu no Tropical Hotel Manaus.
O chefe do Executivo venezuelano disse que irá buscar o fortalecimento entre os países da América do Sul, por meio da união entre nações desse continente.“A integração é uma necessidade que temos para atingirmos o desenvolvimento, por isso vou lutar pelo ingresso da Venezuela no Mercosul e procurar , por meio disso, o fortalecimento de cada membro”, destacou Chávez.
Segundo o presidente venezuelano, os países próximos geograficamente precisam buscar cada vez mais incentivos para estimular a parceria e fortalecimento comercial. “A integração é uma necessidade que temos para crescer e se desenvolver, por isso vou concentrar esforços para concretizar uma parceria total do meu país com o Brasil”, frisou o governista.
Na ocasião, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, considerou que a parceria comercial com a Venezuela é estratégica tanto no aspecto político como econômico. “Junto com esse país podemos desenvolver ações em várias áreas, como ciência tecnologia e energia”, explicou o .
No âmbito regional, Lula disse que falta pouco para o Amazonas se integrar geograficamente com a nação venezuelana. “Já existem estradas feitas interligando o Estado do Amazonas a esse país, só estão precisando de conclusão, então, não será preciso muito dinheiro, pois a maior parte já foi gasto”, enfatizou o presidente.

Parceria sólida

Lula também aproveitou a oportunidade para destacar que continua sendo um parceiro de Hugo Chávez e desconsiderou qualquer possibilidade de intriga entre os dois governantes, conforme havia sido divulgado por alguns meios de comunicação. “Quando dois chefes de governo demoram a se encontrar começam a surgir boatos sobre desavenças, mas não existe nada disso da minha parte e tenho certeza que não há da parte de Chávez também, pois nossa escolha é pela parceria entre os dois países”, explicou Lula.

Indígenas vão estar com presidente

O governante brasileiro chegou ontem a Manaus, às 13hs, para tratar com o presidente venezuelano sobre assuntos comerciais entre os dois países. Lula também veio à cidade para participar da cerimônia de assinatura dos atos relativos às obras de habitação saneamento e transportes no Amazonas, orçados em R$ 335,5 milhões, previstos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que ontem foi lançado oficialmente no Amazonas .
Nesta sexta-feira, o presidente Lula encerra a sua estadia no Estado com uma viagem a São Gabriel da Cachoeira (a 818 quilômetros de Manaus), onde irá anunciar a liberação de recursos federais a favor do desenvolvimento social dos povos indígenas. O PAC Social Indígena, prevê uma série de investimentos em infra-estrutura que serão realizadas, principalmente na terra Indígena Raposo do Sol, em Roraima e em So Gabriel da Cachoeira, onde se concentra um grande número de nativos.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email