Eduardo Ferrão deixa a defesa do presidente do Senado

Eduardo Ferrão, advogado de Renan Calheiros, deixou a sua defesa por alegar excesso de trabalho em outros casos.
Ferrão defendeu Renan no primeiro processo contra o parlamentar, no qual ele é acusado de usar dinheiro da empreiteira Mendes Júnior para pagar pensão à jornalista Mônica Veloso -com quem tem uma filha fora do casamento. Como o presidente do Senado foi absolvido pelo plenário da Casa semana passada, o advogado julgou ser o momento oportuno para deixar o caso.
Ferrão -que há dois anos defendia Renan no processo de reconhecimento da paternidade da filha que o senador tem com a jornalista- alegou estar envolvido com outros processos em seu escritório que lhe tomam muito tempo. Por esse motivo, teria pedido desligamento da defesa de Renan.
Ele nega ter deixado a defesa de Renan por desentendimentos. No início do primeiro processo contra o peemedebista, o advogado chegou a ser acusado por aliados do senador de falhas no seu processo de defesa. Mas permaneceu no caso e chegou a fazer a defesa pública de Renan no Conselho de Ética do Senado.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Siga-nos

Notícias Recentes

JC Play

Podcast

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email