21 de abril de 2021

Decisões do Copom não afetarão crescimento

Para Mantega, ainda é prematuro falar em uma próxima decisão do Copom, já que é preciso analisar os comportamento dos preços até a próxima, que será realizada nos dias 16 e 17 de outubro.

O ministro Guido Mantega (Fazenda) afirmou que não está preocupado com as decisões que o Copom poderá tomar nas próximas reuniões. Para ele, qualquer que seja a definição do colegiado que define o rumo dos juros no país, o crescimento de 2008 está garantido.
“Não vejo qualquer sinalização negativa na ata que foi divulgada. A economia está crescendo de forma robusta. Não será afetado esse crescimento com qualquer das posições que se possa tomar na próxima reunião do Copom, de modo que eu estou tranqüilo quanto ao desempenho da economia no próximo ano”, afirmou.
De acordo com o documento, o aquecimento da atividade econômica implica em riscos para a trajetória de inflação e pode aumentar a probabilidade de uma pressão significativa sobre os preços no curto prazo.
Além disso, o colegiado chegou a afirmar que diversos fatores justificaram a manutenção dos juros, mas que um balanço entre os riscos existentes justificou a redução.

Qual sua opinião? Deixe seu comentário

Gostou do Conteúdo? Assine nossa Newsletter

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email